Inauguração de Presídio em Jaraguá

“Acredito em um Goiás de mãos dadas”, ressalta Caiado em inauguração de Unidade Prisional de Jaraguá

Parada desde 2007, a obra foi retomada graças ao empenho do Ministério Público, Poder Judiciário e da população que se juntou para finalizar o novo presídio. “Isso mostra a disposição da sociedade em ajudar a estrutura do Executivo, sendo um exemplo aos 246 municípios”, enfatizou o governador

Uma espera de mais de 10 anos terminou para a população de Jaraguá. O governador Ronaldo Caiado inaugurou a Unidade Prisional do município nesta quinta-feira (27/6), acompanhado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Lissauer Vieira, e por representantes do Ministério Público. “É uma honra ver o resultado da iniciativa de toda uma sociedade, bem como do Ministério Público e do Poder Judiciário, que juntos concluíram essa obra que estava parada desde 2007. Uma iniciativa que fica de exemplo para os 246 municípios”, frisou Caiado.

Localizada na periferia do município, a nova unidade tem capacidade para receber até 100 detentos, parte deve vir da unidade de Itaguaru. Iniciada em 2005, a construção foi paralisada dois anos depois. Em 2017, o Poder Judiciário e a sociedade civil organizada assumiram a execução das obras, com o investimento de cerca de R$ 1,2 milhão, oriundo de fundos gerenciados pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) e de doações dos moradores de Jaraguá.

“Isso mostra a disposição da sociedade organizada em ajudar a estrutura do Executivo que está, na maioria das vezes, falida e inviabilizada para o cumprimento de suas obrigações junto à população. É nisto que acredito, em um Goiás de mãos dadas”, ressaltou o governador, que estava acompanhado da primeira-dama Gracinha Caiado, e aproveitou para falar do apoio que o Governo de Goiás tem recebido também em outros projetos. Um deles é o trabalho do Gabinete de Políticas Sociais, coordenador por Gracinha, que tem promovido ações nos municípios mais carentes do Estado integrando as secretarias estaduais e efetivando parcerias, inclusive, com a Unesco.

Esforços conjuntos
Representando o Ministério Público de Goiás, o coordenador das promotorias da comarca de Jaraguá, Everaldo Sebastião de Souza, apontou os próximos passos. “Nós nos unimos para terminar essa obra que era símbolo do descaso, chegou a ser tema de reportagem. A obra física é mais fácil. Agora queremos que o Estado dê condições ao cidadão de ver isso aqui não como presídio, mas como local de recuperação.”

Nesse sentido, a reinserção social de detentos e ex-detentos foi tema da fala do governador. Caiado ressaltou, a princípio, que é importante criar condições para que eles possam trabalhar e pagar o que a sociedade gasta para mantê-los nas penitenciárias e nas unidades prisionais do Estado. “Um cidadão que está cumprindo pena na penitenciária de Goiânia custava R$ 1.750 e hoje custa R$ 1.420. Ainda é muito, porque não estamos tendo dinheiro sequer para manter uma qualidade de educação. Precisamos colocar essas pessoas para trabalhar, para que ele possam se inserir na sociedade, continuar tendo uma atividade e não serem sequestrados pelo narcotráfico.”

O prefeito de Jaraguá, Zilomar Antônio de Oliveira, defendeu que a inauguração da Unidade Prisional é um marco para a cidade. “Hoje é um dia muito especial, em que pela primeira vez em nossa história, o povo de Jaraguá tem esse privilégio de receber todos os Poderes, e celebrar uma conquista que partiu de um sonho. Graças ao empenho e união em prol de um bem comum, estamos devolvendo um sonho à população, que era a inauguração deste presídio”, apontou, reforçando sua gratidão ao governador Ronaldo Caiado e a parceria com o Governo de Goiás. “Pode ter certeza que nunca deixarei de apoiá-lo.”

Participaram da inauguração, o secretário Rodney Miranda (Segurança Pública), o diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Wellington de Urzêda Mota; o juiz da Vara de Execução Penal, Liciomar Fernandes da Silva; o presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, Walter Carlos Lemes; o procurador-geral de Justiça de Goiás, Aylton Flavio Vechi; o presidente da Câmara de Jaraguá, vereador Roberto Moreira; o diretor tesoureiro e conselheiro da OAB Goiás, Roberto Serra; Anna Vitória Caiado; prefeitos, vice-prefeitos, vereadores de municípios da região e de membros do Poder Judiciário.