Reunião com DF e Nordeste Goiano 3

Caiado reafirma compromisso com Entorno do DF e Nordeste goiano em reunião do Gabinete de Políticas Sociais

Durante reunião com representantes de 15 municípios que compõem a Ride, governador anunciou que a inclusão de Goiás no Regime de Recuperação Fiscal será determinante para o desenvolvimento da região

Os prefeitos de 15 municípios goianos que compõem a Rede Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride) estiveram em Goiânia para a segunda reunião com representantes do Gabinete de Políticas Sociais do Estado, coordenado pela primeira-dama Gracinha Caiado.

Ao cumprimentar os prefeitos, o governador Ronaldo Caiado anunciou que, com a inclusão de Goiás no Regime de Recuperação Fiscal (RRF), as cidades do Entorno e os municípios com maior Índice Multidimensional de Carência das Famílias Goianas (IMCF) serão priorizados. “Ontem saí de Brasília de madrugada. Conseguimos que o Tesouro Nacional reconhecesse a inclusão de Goiás no Regime de Recuperação Fiscal. O Tesouro está encaminhando as exigências para que sejam aprovadas na Assembleia Legislativa”, comemorou.

Caiado salientou que tem priorizado os repasses que por lei são destinados às prefeituras e que está totalmente confiante no trabalho desenvolvido pela primeira-dama e pelos secretários de Estado. “Tenho cumprido tudo que a legislação determina, e todos vocês são sabedores das nossas dificuldades. Independente delas, eu sei que tenho uma equipe determinada a trazer soluções para os problemas e tenho pedido ao Gabinete de Políticas Sociais que avance com vocês para darmos respostas à sociedade. Vamos tomar a frente para valer”, anunciou.

Durante a reunião, Gracinha reforçou que o governador Ronaldo Caiado tem se empenhado diuturnamente em solucionar os inúmeros problemas enfrentados pelos municípios do Entorno e da região Nordeste do Estado, considerados os mais vulneráveis. “Chamamos vocês para trazermos soluções concretas e ajudar as pessoas, atender às necessidades de toda essa população. Essas pessoas que estão lá não têm culpa. E têm pressa, precisam do transporte, alimento, apoio. E a responsabilidade não é apenas do governo, do município ou da Alego [Assembleia Legislativa do Estado de Goiás]. A responsabilidade é de todos nós”, observou.

Acompanhada pelo secretário de Desenvolvimento Social, Marcos Cabral, e pelo deputado estadual Diego Sorgatto, indicado pela Alego para integrar o comitê Ride Goiás, a primeira-dama Gracinha Caiado apresentou a proposta de trabalho do Gabinete de Políticas Sociais e ouviu as demandas de cada um dos prefeitos convidados.

Para o prefeito de Goianésia, Renato de Castro, o empenho de Caiado tanto nas negociações em Brasília quanto junto às secretarias, com o intuito de reduzir as despesas do Estado, é perceptível. “O governador assumiu com as finanças em estado deplorável, mas vem lutando para colocar as finanças em dia. Essa ação de trazer os prefeitos para o poder central demonstra que o governo vai estar junto às prefeituras, levando os benefícios para os cidadãos e mostrando a que veio, que foi para resolver a situação do Estado e devolver Goiás aos trilhos do desenvolvimento”, ressaltou.

Segundo a prefeita de São João D’Aliança, Débora Domingues, a sensibilidade demonstrada pelo governador abre caminho para um diálogo promissor. “Estou muito esperançosa. Tenho certeza que os benefícios irão chegar para os municípios que fazem parte da Ride e têm dificuldades na saúde, transporte público, transporte escolar, segurança pública. Os municípios já estão sendo vistos com olhar diferenciado pelo nosso governador, que tem sempre falado que vai dar total importância à região do Nordeste goiano”, avaliou.

Prefeito da cidade de Águas Lindas e presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília, Hildo do Candango destacou que os municípios que compõem a Ride possuem necessidades semelhantes, como obras paralisadas e falta de recursos. “Vejo que o interesse do governador é propor um plano de ação junto aos municípios. Apresentamos nossas demandas e esperamos que o Governo de Goiás possa atender, dentro das possibilidades do Estado, as necessidades reprimidas em nossa região”, concluiu.

Monitoramento

Durante o encontro, o Gabinete de Políticas Sociais entregou a todos os representantes dos municípios um levantamento completo dos saldos e fundos de Assistência Social, Saúde e Educação em conta. O objetivo é oferecer apoio técnico aos prefeitos para que possam usar recursos que estão parados em conta.

Além disso, cada representante recebeu um questionário com perguntas relacionadas aos serviços oferecidos pelo Estado nos municípios, podendo avaliar e comentá-los. O balanço é uma ferramenta para que o gabinete possa monitorar junto aos secretários de Estado as deficiências de todas as áreas.

A coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais reafirmou que faz questão de ouvir as demandas de todos os prefeitos e garantiu que as providências serão tomadas imediatamente.