Louvor ao Divino Espírito Santo 9

Caiado ressalta fé e tradição do povo goiano durante Festejos em Louvor ao Divino Espírito Santo, em Luziânia

Cidade foi a primeira visitada pelo governador, que deve participar de folias em várias regiões do Estado nos próximos dias. “Pedimos bênçãos para nos orientar e dar lucidez em nossas ações”

“A fé que temos nos dá força e energia, e o Divino Espírito Santo nos ajuda a governar.” O espírito de devoção e o reconhecimento das tradições goianas fizeram parte das palavras que o governador Ronaldo Caiado levou aos participantes dos Festejos em Louvor ao Divino Espírito Santo, na cidade de Luziânia, entorno de Brasília. Caiado participou dos festejos nesta sexta-feira, 7. “Pedimos a bênção para nos orientar e nos dar lucidez nas ações, solidariedade, amor ao próximo e gestos de humildade, principalmente no momento em que eu ocupo um cargo como governador”, completou. “Fé é fundamental para superar nossas dificuldades.”

A Festa do Divino Espírito Santo é uma das mais celebrações religiosas do Estado que passam de geração em geração. E o governador já confirmou sua participação em muitas folias, como forma de valorizar e demonstrar respeito às tradições do povo goiano. “Nesse mês agora, caminhamos várias cidades, porque isso é uma tradição quase que dos 246 municípios de Goiás. Estou começando por Luziânia”, contou. O governador comentou sobre a promessa feita durante a campanha e cumprida quando assumiu o governo do Estado. “Quando tomei posse entrei no Palácio carregando a Coroa do Divino. Isso mostra a nossa tradição e o nosso amor por essa data”, apontou.

Acompanhando o governador, o secretário de Estado de Indústria, Comércio e Serviços, Wilder Moraes, também destacou a importância da Festa do Espírito Santo de Luziânia para o Estado. “É uma festa religiosa, tradicional e é muito importante para nós, para mim que sou católico e para o governador. É importante que o governo esteja presente, valorizando e demonstrando a nossa fé”, lembrou.

Na chegada a Luziânia, Caiado ainda confirmou presença no 5º Encontro dos Nordestinos de Cidade Ocidental, também no Entorno de Brasília, que será realizado no dia 18 de agosto. “Eu quero que todos vocês estejam lá. Estarei presente, participando dessa bela festa, nesse Estado, onde todos nós convivemos respeitosamente. O meu carinho especial também pelos nordestinos, até porque minha mulher é nordestina, baiana e eu já vou entrar com um adesivo de baiano na festa dos nordestinos”, brincou.

Resgate das tradições
Com o tema “Divino Espírito Santo renove nossa fé a transforme em missão”, a festa em Luziânia é celebrada há 273 anos. A Folia do Divino Espírito Santo, realizada na sexta-feira antes do Domingo de Pentecostes, é uma das mais importantes datas do calendário religioso da cidade, marcada como feriado municipal. Para o padre Heriberto Xavier, da Paróquia Santuário Santa Luzia, responsável por sua realização, a festa é um momento de muita religiosidade e de resgate das tradições culturais do município.

Durante os festejos, o folião escolhido no ano anterior, logo após a Missa de Pentecostes, que é celebrada pelo Bispo da cidade, oferece à população um almoço festivo. Em seguida, a folia percorre as ruas da cidade e é recebida em 12 casas, ritual chamado de Pouso do Divino Espírito Santo. “Esse é o momento alto da festa”, reforça o padre.

A festa do Divino Espírito Santo ou Festa de Pentecostes é uma das mais tradicionais manifestações religiosas do país. Celebrada 50 dias após a Páscoa, é uma forma de agradecimento pelas bênçãos alcançadas pelos fiéis no ano anterior. São realizadas novenas e festejos com as visitas da bandeira do Divino Espírito Santo às comunidades da região. No domingo (9/6) é celebrada a Missa de Pentecostes.