Biblioteca CCON 8

Governo de Goiás inaugura Biblioteca Infantil, a primeira do Centro Cultural Oscar Niemeyer

Festa e alegria marcaram a entrega do espaço, aguardado há anos pelos goianos. Para secretário de Cultura, escritor Edival Lourenço, “aqueles quem lêem na infância e na adolescência vão continuar lendo quando adultos, adquirindo uma cultura mais sólida e uma noção de cidadania mais segura”

Manhã de muita festa e alegria com a criançada no Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON). Após uma espera de mais de 10 anos, os goianos finalmente vão usufruir do primeiro espaço dedicado à leitura. Mais especificamente, os goianinhos. A Secretaria de Cultura de Goiás (Secult Goiás) inaugurou nesta quarta-feira (19/8), a Biblioteca Infantil, a primeira das três do complexo desde sua criação, em março de 2006. Localizada no 1° piso do prédio principal, irá oferecer aos pequenos leitores livros de renomados autores e editoras nacionais e internacionais, com foco na literatura infanto-juvenil informativa, cordel, poesia e ainda história em quadrinhos.

Foram investidos aproximadamente R$ 450 mil na aquisição de mobiliário, acervo literário, sistema, marcenaria e equipamentos audiovisuais. E todo esse material estava ocioso e se deteriorando há anos, com o projeto da biblioteca suspenso. Este ano, as novas diretorias do CCON e da Secult Goiás se empenharam e receberam o aval do governador Ronaldo Caiado, para finalizar a estruturação e, enfim, inaugurar a Biblioteca Infantil.

Sem esconder o sentimento de satisfação, o secretário de Cultura de Goiás, o escritor Edival Lourenço, destacou o poder transformador da leitura e de como, em um momento em que as crianças estão ficando afastadas dos livros, é importante cultivar esse hábito. “Essa biblioteca proporcionará um ambiente de alegria, de boa convivência e aproximação do livro. Tenho certeza que aqueles quem lêem na infância e na adolescência vão continuar lendo quando adultos, adquirindo uma cultura mais sólida e uma noção de cidadania mais segura durante todo o seu transcorrer pelo mundo”, afirmou.

Chefe do Gabinete de Gestão do CCON, Mara Públio ressaltou o empenho da gestão Ronaldo Caiado, que conseguiu entregar à população um equipamento público que poderia estar sendo usado há vários anos. “Apesar de todas as dificuldades, nós conseguimos inaugurar uma biblioteca, que foi pensada pela Universidade Federal de Goiás [UFG], com uma curadoria muito séria e muito comprometida com a importância do que é uma biblioteca infantil”, explicou.

Mara reiterou que o objetivo é tirar as crianças dos computadores, tablets e celulares, e colocá-las em contato com o livro. “A biblioteca foi pensada como um espaço lúdico, onde a criança pode brincar e ficar lá dentro, mexer nos livros e sentar às mesas. Vamos também ter brinquedos pedagógicos. As crianças que não sabem ler vão aprender a frequentar uma biblioteca, rabiscando e recortando papel até que ela cresça, e tenha [como companhia] os livros infanto-juvenis”, salientou. Também esteve presente na solenidade a Secretária de Comunicação, Valéria Torres.

Acervo
No total, são mais de 4.600 títulos e aproximadamente 11.000 exemplares, reunindo obras de Machado de Assis, J.K Rowling, Monteiro Lobato, Lewis Carrol, Arnaldo Antunes, Julio Verne, Ana Maria Machado, Roger Mello, Ziraldo, Tatiana Belinky e outros. Na programação, há o cineminha, com sessões para turmas agendadas, e atividades de contação de história, teatro de fantoches, além de oficinas de pintura, desenho, origami, entre outras. O funcionamento da biblioteca será de terça a sexta-feira, das 8 às 18 horas, e aos sábados, domingos e feriados, das 10 às 16 horas, com entrada gratuita.

A Biblioteca Infantil foi projetada para proporcionar agradáveis experiências de leitura aos pequenos. A ambientação foi desenvolvida estrategicamente para que haja concentração, lazer e aprendizado durante a permanência de crianças e jovens no local. O espaço conta com amplo acervo, um mobiliário planejado, palco multifuncional para o desenvolvimento de atividades culturais, computadores e cineminha.