Foto: Cristiano Borges

Em Piracanjuba, governador defende poder do cooperativismo e garante que não haverá sobrecarga a produtores rurais

Governador falou do desejo de disseminar o espírito de cooperativismo em Goiás. “Não existe condição melhor de o produtor ser ajudado e de qualquer segmento da sociedade ser defendido do que realmente fortalecer a sua cooperativa”

O governador Ronaldo Caiado participou neste sábado (13/07), da 9ª Confraternização dos Associados da Cooperativa Agropecuária Mista de Piracanjuba (Coapil). O evento, que reúne anualmente cerca de quatro mil pessoas, ocorreu no Parque Agropecuário Leonardo Marçal Vieira. Na oportunidade, Caiado ressaltou sua relação com o cooperativismo: “Essa é a minha tradição, minha origem. Sempre defendi o cooperativismo para ter força e superar todos os cartéis que existem no Brasil. Não existe condição melhor de o produtor ser ajudado e de qualquer segmento da sociedade ser defendido do que realmente fortalecer a sua cooperativa”, defendeu.

O governador destacou ainda a importância do cooperativismo no fortalecimento da comunidade, para enfrentar as adversidades de um mercado que é cada vez mais concentrador: “Aqui sim, você consegue fazer uma correta distribuição de renda e, ao mesmo tempo, ter condições de viabilizar compras, com preços compatíveis. Ser respeitado no momento em que se coloca em qualquer posição, já que fala em nome de milhares de pessoas”.

Para Caiado, o espírito de cooperativismo é um exemplo que ele deseja implantar em todo o Estado de Goiás, dando condições de melhoria na vida do cidadão no campo e na área urbana. O trabalho feito pela cooperativa será espelho para o Governo de Goiás. “Hoje, indiscutivelmente, a Coapil tem um espaço pela sua força e pela sua estruturação, com dignidade, ética, com transparência. É assim que vou fazer o governo. Da mesma maneira que vocês construíram essa cooperativa, vamos reconstruir Goiás. Nosso Estado será referência nacional.”

Os produtores rurais ouviram ainda do governador Ronaldo Caiado a garantia de que o Estado não irá sobrecarregá-los com impostos sobre a produção para arrecadar mais. Esse não será o caminho para recuperar Goiás da situação de calamidade financeira. “A minha origem é no campo, no setor que sustenta esse País. Vou melhorar a vida do cidadão do campo, mas não será criando taxas para produtor pagar. Podem ter certeza disso.”

O presidente da Coapil, Zé Lourenço, destacou o compromisso que Caiado sempre teve com o produtor rural, e que ele é presença certa na confraternização. Já participou como deputado federal, senador da República e, hoje, como governador de Goiás. “Esse é um dia muito importante para nós, cooperativistas. Agradeço ao governador Ronaldo Caiado, que sempre esteve presente. É uma satisfação tê-lo aqui novamente. Sabemos o quanto o senhor é dedicado, principalmente com o agronegócio, que é a sustentabilidade de Goiás e do País inteiro”, pontuou.

Para o prefeito do município, João Barbosa (MDB), a Coapil tem grande responsabilidade na geração de empregos, renda e, consequentemente, na qualidade de vida da população. “Uma das maiores cooperativas de Goiás encontra-se em Piracanjuba. E como essa festa tem crescido a cada ano, pois está nas mãos de pessoas sérias, que realmente querem ver o desenvolvimento de Piracanjuba. A única forma de o País sair da crise é através da agricultura”. Ele também agradeceu a presença de Caiado: “Para nós, é uma honra contar com a presença do governador, que sempre participou do evento”.

Também participaram da confraternização, o presidente do Sindicato Rural de Piracanjuba, Gustavo Elias; a prefeita de Bela Vista, Nárcia Kelly; o vereador por Goiânia, Paulo Daher, e lideranças locais.