Caiado em goiás hospital

Governo garante reabertura de UTI ao assinar convênio de R$ 10 milhões com Hospital São Pedro d’Alcântara, na cidade de Goiás

“Estamos recuperando a Saúde no interior do Estado”, enfatizou o governador Ronaldo Caiado, em visita à unidade de tratamento intensivo que volta a atender nos próximos dias. Ele destacou a participação do legislativo, do vice e de toda a população na reconstrução de Goiás

Vilaboenses e outros goianos de 16 municípios do Vale do Araguaia e região do Rio Vermelho acabam de ter garantida, pelo Governo de Goiás, a assistência à saúde, sobretudo em casos mais graves, com a reabertura da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do histórico Hospital São Pedro d’Alcântara, na cidade de Goiás. O governador Ronaldo Caiado e o secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, assinaram nesta quinta-feira (25/07) o convênio de R$ 10 milhões anuais com a unidade, que também possibilitará a realização de 104 cirurgias mensais.

“Esse hospital foi criado na época do Império e hoje está com a UTI desativada. Uma pessoa que necessita de UTI ou de cirurgia mais emergencial não tem alternativa, tanto [morador] da região do Rio Vermelho como do Vale do Araguaia tem que chegar até Goiânia. Imagina bem as dificuldades por que passam as pessoas que aqui habitam”, relatou o governador.

Caiado falou do compromisso de seu governo com a regionalização da saúde. “Olha, só quem vive no interior, tem família e tem uma pessoa querida doente sabe a importância do convênio que foi firmado hoje. Esse convênio vai salvar vidas ao permitir que o hospital receba pacientes graves. Nós estamos recuperando a saúde no interior do Estado”, ressaltou. Em seis meses de gestão, o governador já inaugurou 50 leitos de UTI, sendo a maioria em hospitais do interior, nas cidades de Catalão, Jataí, Anápolis e, agora, Goiás.

Com os leitos reativados, o Hospital São Pedro poderá realizar cirurgias urgentes e eletivas nas especialidades de ortopedia e obstetrícia, além de cirurgia geral. O governador ressaltou o esforço do secretário Ismael Alexandrino para viabilizar o custeio de estruturas conveniadas ao Estado. Falou da economia que a Secretaria de Saúde tem conseguido fazer – na revisão de contratos com organizações sociais (OSs) gestoras de hospitais na Capital – para investir na saúde pública também em outras cidades. “Devemos muito disso ao nosso secretário e ao apoio do nosso vice-governador Lincoln Tejota”, disse e citou ainda as parcerias com os legislativos estadual e federal na realização do convênio com o hospital vilaboense.

Secretário de Saúde, Ismael Alexandrino explicou que o convênio vai impactar a vida de, aproximadamente, 400 mil pessoas, acabando a “ambulância-terapia”. “Ao invés de correr dentro de uma ambulância para Goiânia, essas pessoas terão a chance de ter um tratamento digno aqui, de ter vida longa, entre os seus familiares”, garantiu.

A presidente da Associação de Saúde São Pedro de Alcântara (Aspag), Marlene da Silva, e o Padre Mota, que também integra a entidade, agradeceram ao governador e ao secretário de Saúde. Destacaram que, depois de uma longa espera e de passar por dificuldades, os vilaboenses são gratos pela efetivação do convênio. “São os pobres de Vila Boa que estão sendo beneficiados. Em nome dos pobres queremos agradecer a Deus, ao governador pelo carinho e atenção”, sublinhou Marlene.

Isto é a visão nossa, enfatizou o governador, dar qualidade de assistência à saúde também para a população que mora fora das grandes cidades e da capital do Estado. Caiado garantiu que o Governo de Goiás vai investir forte na regionalização da saúde. “Sabemos da importância de dar suporte a essas pessoas necessitadas. Vamos trabalhar, e mesmo diante das dificuldades de Goiás, estamos atendendo aquilo que para nós é o mais emblemático: cuidar das pessoas, salvar vidas. Essa é a função de um governante, e é a primeira delas.”

Atenta às palavras do governador, a professora Maria Angelina afirmou ser motivo de alegria para todos os vilaboenses a assinatura do convênio. “Isso é respeito à vida. Estávamos sofrendo muito vendo moradores perderem suas vidas, e toda população sofrendo na pele a falta de saúde com um hospital que não estava atendendo”, relatou. Graças ao governador Ronaldo Caiado e à coragem deste homem, destacou a professora, hoje temos aqui investimento e um governo que nos respeita. Ela salientou ainda o fato de a gestão do hospital contar, a partir de agora, com a consultoria e orientação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para otimizar a aplicação do recurso estadual.

Após a assinatura do convênio, governador Ronaldo Caiado, Gracinha e Lincoln Tejota foram visitar a UTI do hospital, acompanhados pela prefeita Selma Bastos, deputados e autoridades políticas e religiosas de Goiás.