Foto: Lucas Diener

Governador encerra celebrações dos 130 anos de Cora em missa de ação de graças e lançamento de selo comemorativo

Aniversário da poetisa foi marcado pela instituição do Ano Cultural Cora Coralina e por série de eventos em homenagem à escritora

A noite desta terça-feira (20/8), já começava a cair na cidade de Goiás mas ainda era grande a movimentação e a expectativa pelas atividades que encerrariam o dia de celebrações pelos 130 anos da poetisa Cora Coralina, maior expoente feminino da literatura goiana. A Igreja do Rosário ficou lotada com a missa em ação de graças pela data e também em comemoração ao Dia do Vizinho. A celebração contou com a presença do governador Ronaldo Caiado, que participou da 1ª Leitura, com a reprodução de um trecho de Juizes 6, 11-24 A. Ao final da missa, acompanhou as apresentações do Dueto Brasil, formado por Andrea Teixeira e Marcelo Linhos, e as declamações das mulheres do “Quebrando o Silêncio”.

Caiado destacou que foi uma honra e uma alegria entregar à filha da poetisa o decreto, já assinado, que institui, até o dia 20 de agosto de 2020, o Ano Cultural Cora Coralina. “A homilia do Padre Wellignton foi um verdadeiro relato da história de vida e um estudo profundo dos versos e poemas de Cora Coralina, mostrando a mulher esperança que ela era. Corajosa e determinada, dedicou a vida inteira a estimular as pessoas a superarem as dificuldades”, destacou Caiado ao discursar diante da multidão que aguardava pelo corte do bolo em comemoração ao Dia do Vizinho, ao som da banda da Polícia Militar.

Posteriormente, foi realizado o lançamento do selo comemorativo dos Correios. “Por meio de seus versos, Cora Coralina se tornou uma das mais renomadas poetisas. Esse selo personalizado é uma singela forma de homenagear essa mulher que levou o nome de Goiás para o Brasil e para o mundo. Seus delicados versos falam de vida simples e nos emocionam de forma singular”, afirmou o superintendente estadual dos Correios em Goiás, Eugênio Montenegro.

Na ocasião, a prefeita de Goiás, Selma Bastos fez a entrega da comenda Ordem do Mérito de Cora Coralina, maior honraria cedida pelo município à filha de Cora Coralina, Vicencia Bretas Tahan, e outras quatro mulheres de destaque na área cultural vilaboense: Marlene Gomes Velasco, diretora do Museu Cora Coralina; Salma Saddi, superintendente do Iphan em Goiás; Antolinda Borges, presidente do Instituto Biapó; e Goiandira de Fátima Roriz do Carmo. Cora Coralina também foi homenageada in memorian com o Diploma do Mérito Legislativo Vilaboense por suas ações, méritos excepcionais e relevantes serviços prestados à cidade de Goiás.

O Ano Cultural Cora Coralina vai ser marcado por uma série de ações culturais, que incluem feira literária, mostra de cinema, desfiles, exposições, feira gastronômica inspirada nos tradicionais doces de Cora, contação de histórias, além de editais nas áreas de Música, Teatro e Dança, e de um concurso de poesia e declamação direcionado a alunos da Rede Estadual de Ensino.

As comemorações foram encerradas com música, ao som da serenata de Marcelo Barra e outros cantores goianos. Também estiveram presentes os secretários Edival Lourenço (Cultura), Anderson Máximo (Casa Civil), Adriano Rocha Lima (Desenvolvimento e Inovação) e Paulo Vítor Avelar (Gabinete da Governadoria).