Foto: Octacilio Queiroz

Governo de Goiás libera R$ 1 milhão para concluir obras de 96 moradias em Alto Paraíso

Recurso irá viabilizar a entrega do Residencial Paraíso I, cujas obras estavam paradas há um ano. Ronaldo Caiado garantiu que habitação é uma área “que vai avançar muito”

Um dos maiores sonhos dos brasileiros e, também de boa parte do povo goiano, é ter a casa própria. Sensível à reivindicação, o governador Ronaldo Caiado autorizou nesta sexta-feira (9/8), em solenidade no polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB), em Alto Paraíso de Goiás, o repasse de R$ 1 milhão para conclusão de 96 moradias. “Nada mais gratificante a uma pessoa do que ter o seu teto”, resumiu o governador ao assinar convênio com a Cooperativa Sem Limites.

As obras do Residencial Paraíso I foram iniciadas com recursos federais, por meio do programa Fundo de Desenvolvimento Social (FDS). No entanto, estão paralisadas há um ano devido a mudanças nas regras do programa, que ocasionaram defasagem dos repasses. Com a verba liberada pelo governador Ronaldo Caiado, será possível concluir os 20% da construção e, assim, entregar as chaves às famílias. “É um sonho que vamos avançar muito em Goiás”, disse Caiado, indicando que pretende entregar mais 2 mil moradias até o final do ano.

A diarista Iandra Borges Santana será uma das beneficiadas com o convênio firmado pelo Governo de Goiás, via Agência Goiana de Habitação (Agehab). Mãe solteira de três filhos, ela afirmou que ter a casa própria vai mudar sua vida. “Estou ansiosíssima e na esperança de que, agora, vai dar tudo certo”, disse. Quando se mudarem para a nova casa, projetou, vai finalmente se livrar do aluguel, um custo que onera a renda mensal.

A família de Iandra e as outras 95 selecionadas no processo seletivo do residencial devem se mudar para a casa própria ainda este ano. A expectativa do governador é entregar as chaves no dia 12 de dezembro, em celebração ao aniversário de Alto Paraíso. Para o prefeito da cidade, Martinho Mendes, em apenas sete meses já é possível perceber as benfeitorias do governo Caiado. “Sabemos das dificuldades que o Estado tem passado. Mesmo assim, o governador nos atendeu, e isso beneficiará direta e indiretamente mais de 400 pessoas”, frisou.

Políticas Sociais
Esse olhar atento do governador ao Nordeste goiano é fruto de um trabalho minucioso realizado pelo Gabinete de Políticas Sociais, que tem coordenação da primeira-dama Gracinha Caiado. Presente ao evento de assinatura do convênio para conclusão das 96 casas, ela lembrou que ao realizar o levantamento das cidades mais vulneráveis de Goiás, a região da Chapada dos Veadeiros está bastante presente.

Gracinha celebrou que em breve quase 100 famílias terão sua casa própria. Ao mesmo tempo, lamentou que uma região com veia turística e tantas potencialidades de produtos próprios – como castanha de baru, baunilha do Cerrado e farinha – tenha um índice de desenvolvimento abaixo do ideal. Mais que as casas, a primeira-dama garantiu que o governo estadual vai atuar em outras áreas. “Pretendemos ajudar, mas ajudar com trabalho e oportunidades”, garantiu.

Presidente da Agehab, Eurípedes do Carmo ressaltou que o trabalho realizado pela Agência é inteiramente alinhado ao Gabinete de Políticas Sociais, de prestar atendimento prioritário aos municípios da Rede Integrada de Desenvolvimento do Entorno (Ride), da qual faz parte Alto Paraíso. E projetou que durante os quatro anos em que Caiado estiver à frente do governo, “a meta é construir 20 mil casas”, contemplando todas as regiões do Estado.

Participaram do evento o presidente da Saneago, Ricardo Soavinski; a diretora-geral da OVG, Adryanna Caiado; a prefeita de São João D’Aliança, Débora Domingues; o vice-prefeito de Alto Paraíso, Marlon Bandeira; o representante da Cooperativa Sem Limites, Antônio Leão Amaral; o presidente da Câmara Municipal, vereador Tito; além dos vereadores Claudiomar, Serginho, Pastor Marlony, Canela, João Yuji e Zé Nego.