Foto: Hegon Correa

“É o momento de reafirmamos nosso amor pela Pátria”, diz Caiado durante desfile de 7 de Setembro

Governador participou das comemorações da Independência do Brasil ao lado do prefeito Iris Rezende e do general do Exército, Mário Fernandes. Público lotou a avenida Tocantins, no centro da Capital

Com uma grande receptividade do público de quase cinco mil pessoas no Centro de Goiânia, o governador Ronaldo Caiado participou neste sábado das comemorações de 7 de Setembro, Dia da Independência do Brasil, e prestigiou o desfile cívico e militar na avenida Tocantins. Ele estava acompanhado do prefeito de Goiânia, Iris Rezende, e do general do Exército, Mário Fernandes. “Não existe nada mais gratificante do que as pessoas terem orgulho do seu País. Uma Nação só se desenvolve se tiver políticas sociais e, ao mesmo tempo, cultivar amor pela Pátria, pelo Estado”, afirmou o governador.

Caiado diz que desde que assumiu o governo em todas as cerimônias públicas, além de cantar o hino brasileiro, faz questão também de cantar o de Goiás para que as pessoas despertem a sua cidadania e a noção da goianidade. “Hoje é o dia de cantarmos pelo País, pelo Brasil. É um momento importante de quando o País se desliga de Portugal e declara a sua independência. E nós queremos continuar com a independência contra os cartéis, a independência contra a corrupção, a má gestão e contra o tráfico de drogas. E também ter melhor escolaridade. Nós queremos essa independência, e estes são os nossos desafios como governantes”, sublinhou.

A movimentação para o desfile começou cedinho com policiais militares, Corpo de Bombeiros, Exército, Defesa Civil, Guarda Civil Metropolitana de Goiânia e alunos do Colégio Militar. A cerimônia começou com a revista à tropa, na avenida Goiás. Por volta das 8 horas, em frente ao Teatro Goiânia, no cruzamento das avenidas Tocantins e Anhanguera, o governador e prefeito Iris Rezende hastearam as bandeiras do Brasil, de Goiás, e de Goiânia.

Na sequência, acompanharam o desfile das forças de segurança, que foi aberto com o comando de Missões Especiais do Exército. Depois foi a vez da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Civil Metropolitana de Goiânia (GCM). Um dos momentos que mais encantaram o público foi o rasante dos helicópteros da PM e do Corpo de Bombeiros.

As comemorações ainda contaram com a apresentação de cinco bandas das unidades escolares da rede pública estadual de ensino, uma tradição do 7 de Setembro. A participação contou com a coordenação do Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte, da Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc). O desfile ainda contou com jovens da Ordem Demolay, Legião da Boa Vontade (LBV), e Grupo Ecológico Guardiões do Verde. Encerrando as comemorações de 7 de Setembro, o Bodes do Asfalto Moto Clube e carros antigo desfilaram pela avenida. Momento em que o governador desceu do palanque para cumprimentar o público, e foi rodeado por populares que queriam registrar uma foto.

“Mais do que nunca é a hora de reafirmamos nosso amor pela Pátria. Aquilo que conquistamos e que hoje celebramos e reproduzimos: a Independência do Brasil. Foi um momento difícil, e nós preservamos esse processo com todo o regime democrático, com toda liberdade e, ao mesmo tempo, lutando para o resgate da cidadania”, destacou Caiado. O prefeito de Goiânia ressaltou que as comemorações mostram “o esforço, a luta dos nossos antepassados para fazer do Brasil, a República que é hoje. Mostram ao futuro o que foram os nossos antepassados em defesa da Pátria”.

O desfile foi acompanhado pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Walter Carlos Lemes; os secretários de Estado Rodney Miranda (Segurança Pública), Fátima Gavioli (Educação), Adriano da Rocha Lima (Desenvolvimento Econômico e Inovação), tenente-coronel Luiz Carlos de Alencar (Casa Militar); o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Dewislon Adelino Mateus; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Renato Brum; o diretor-geral da Administração Penitenciária, coronel Wellington Urzêda; e os presidentes Silvio Fernandes (Ipasgo), Denis Pereira (Iquego) e Vanuza Valadares (Ceasa).