Foto: Lucas Diener

Governador conclama sociedade ao combate à corrupção na abertura da Semana da Pátria

“Assim como Dom Pedro teve coragem ao declarar ‘Independência ou Morte’, nós temos que declarar combate ao desvio do dinheiro público”, declarou Caiado

O governador Ronaldo Caiado destacou a responsabilidade coletiva de resgatar o Estado e o País ao abrir oficialmente, nesta segunda-feira (2/9), a Semana da Pátria, em solenidade comemorativa aos 197 anos da Independência do Brasil, na Praça Cívica, em frente ao Palácio das Esmeraldas, em Goiânia. “Assim como Dom Pedro teve a coragem de declarar ‘Independência ou Morte’, nós temos que declarar combate firme à corrupção, ao desvio do dinheiro público, ao uso indevido da máquina, e exigir melhor retorno de todos os serviços a toda a sociedade goiana. Não é apenas o governo que constrói um Estado, é fundamental a presença da população ao nosso lado”, frisou Caiado ao discursar para militares e civis.

Ainda em seu discurso, Caiado alertou que todos estão imbuídos da responsabilidade de pensarmos no todo, e não apenas nas questões de ordem pessoal, para que o Brasil e Goiás sejam locais com maior qualidade de vida para todo o povo que aqui vive. “Não cabe apenas à figura do governador, mas a todo cidadão: policial militar, civil, bombeiros, professores, médicos, servidor público e profissional liberal”, citou.

O governador também reconheceu a contribuição de todos os servidores públicos para a reconstrução do Estado e para a construção de um clima de paz em Goiás, e fez elogio especial aos servidores da Segurança Pública, que compõem nossas forças policiais. “Em apenas oito meses, vocês devolveram a paz e a tranquilidade que deve prevalecer em nosso Estado, num momento em que devemos exigir, de todos, o cumprimento das normas legais”, enfatizou.

Ao contextualizar os fatos marcantes de 1822, Caiado afirmou que é importante prestar reverência a todos os personagens que contribuíram para a instalação do regime democrático no Brasil, pois suas lições inspiram hoje a sociedade em sua caminhada para o futuro. “O 7 de Setembro foi um momento histórico, em que o Brasil desligou-se de sua pátria-mãe, Portugal. Foi um momento de muita coragem, em que aqueles homens declararam ‘Independência ou Morte’. Muitas gerações passaram-se desde 1822, e temos de olhar para frente. Melhorar a qualidade de vida das pessoas”, pontuou Caiado.

O governador lembrou que seu principal compromisso é fazer com que o cidadão, que paga seus impostos em dia, possa receber de volta serviços de qualidade em todas as áreas, como Saúde, Educação, Segurança e Social. “Para que possamos lutar contra as desigualdades sociais, oferecendo mais cidadania aos goianos, nos quatro cantos do Estado. Temos que voltar os olhos para os mais carentes, nas regiões mais longínquas, onde milhares de goianos ainda vivem sem energia elétrica em suas residências e sem boas condições de escolaridade para seus filhos”, completou Caiado. O governador destacou ainda a parceria firmada com o governo federal e o apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro, nas pautas de interesse dos goianos.

Momento cívico

A solenidade na Praça Cívica começou com a revista das tropas da Guarda de Honra da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Bombeiro Mirim pelo governador. Na sequência, Caiado foi convidado a fazer o hasteamento do Pavilhão Nacional, juntamente com o das bandeiras de Goiás e de Goiânia, içadas pelo vice-governador Lincoln Tejota e pelo presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deputado estadual Lissauer Vieira, respectivamente. A cerimônia teve ainda execução do Hino Nacional e do Hino de Goiás pela Banda de Música da Polícia Militar do Estado. Nesta hora, encantaram a todos as pequenas vozes do agrupamento EF-2 do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) 8 de Março, formado por crianças de 5 anos.

De acordo com a professora Dirlene Lopes, a expectativa dos pequenos em torno da participação era enorme. “A preparação começou uma semana antes, mas eles já estão muito familiarizados com o hino. Cantamos todas as segundas-feiras; chamamos de Momento Cívico”, explica. “Gostei de estar aqui com meus amigos, cantando o Hino Nacional”, comentou a aluna Ana Clara Bernardo. “Foi radical, mais do que o skate”, foi a sensação do pequeno Enzo Moreno.

Também marcaram presença na solenidade os secretários Anderson Máximo (Casa Civil), Andréa Vulcanis (Meio Ambiente), Ernesto Roller (Governo), Marcos Cabral (Desenvolvimento Social), Antônio Carlos Neto (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Edival Lourenço (Cultura), Valéria Torres (Comunicação) e tenente-coronel Luiz Carlos de Alencar (Casa Militar); o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), coronel Renato Santos Brum; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Dewislon Adelino Mateus; os presidentes Eurípedes do Carmo (Agehab), Fabrício Amaral (Goiás Turismo) e Sílvio Fernandes (Ipasgo), e a diretora da ABC, Elizeth Araújo.