Foto: Hegon Correa

“O Estado deve ter orgulho de suas tradições e história”, ressalta governador na inauguração da reforma de igreja centenária em Pilar de Goiás

Além de entregar as obras de restauração da Igreja de Nossa Senhora das Mercês, governador Ronaldo Caiado participou da cavalhada na cidade, a 11ª deste ano e que encerrou o circuito 2019

“Estamos retomando aquilo que é fundamental para qualquer Estado, que é a cultura. Não é possível ter um Estado que não tem orgulho das suas tradições e história. Como você vai ensinar as crianças para amanhã enaltecer o que foi construído por nossos antepassados, se não tivermos isso?”, advertiu o governador Ronaldo Caiado, que destacou o valor da cultura ao inaugurar a obra de restauração da Igreja Nossa Senhora das Mercês, em Pilar de Goiás. Na cidade, Caiado também assistiu a encenação das Cavalhadas, acompanhado dos secretários de Edival Lourenço (Cultura) e Marcos Cabral (Desenvolvimento Social).

A Igreja de Nossa Senhora das Mercês é uma das mais antigas do Estado. Foi construída entre 1783 e 1824 em estilo colonial e é considerada uma relíquia do século XVIII. Erguida por escravos, o templo católico é um monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Nacional (Iphan) desde 1980 e tem mantido suas características coloniais por quase 250 anos.

A obra de restauração, iniciada este ano, foi realizada para reforçar a estrutura da igreja, já que os pilares são de madeiras. O trabalho envolveu a retirada de mofos e cupins que comiam a material. Por último, a estrutura foi rebocada e também pintada. Segundo o secretário de Cultura, Edival Lourenço, com o apoio do Iphan foram investidos na obra R$ 250 mil. O recurso proveniente de Fundo de Arte e Cultura da própria Secretaria de Cultura. “A igreja estava caindo, tinha problemas de estrutura”, explicou.

Responsável pelo templo, padre Beneval Telles contou que o recurso foi suficiente para que todo o projeto de execução fosse totalmente concluído. “Essa obra foi um grande bênção e graça, uma vez que [a igreja] estava fechada, sem uso. Agora ela volta a ter sua função principal, que é colocar a igreja a serviço, à disposição da comunidade”, sublinhou.

Superintendente do Iphan de Goiás, Salma Saddi destacou que o projeto arquitetônico da restauração, realizado pela Associação de Obras Sociais da Diocese de Uruaçu, foi executado com muita competência. “O fundo [recurso] proporcionou a preservação dessa riqueza para a população de Pilar de Goiás. Agora, podemos abrir a igreja constantemente, para que tenha vida por muitos e muitos anos.”

Cavalhadas
Ainda em Pilar de Goiás, o governador Ronaldo Caiado participou do encerramento do circuito das Cavalhadas 2019. O município foi o último de um roteiro que passou por 11 cidades. Todos os eventos contaram com o apoio da gestão estadual, que ofereceu infraestrutura e logística para a realização das festividades. “Fiz questão de estar aqui hoje para podermos mostrar a todo Brasil essa tradição, essa cultura, que cada vez terá, por parte do governador e do secretário de Cultura, total apoio”, afirmou Caiado.

Em Pilar de Goiás, a manifestação folclórica e religiosa é uma das mais antigas do Estado, com 124 anos de história. As Cavalhadas são celebrações inspiradas nas tradições de Portugal e da Espanha, na Idade Média. Elas começaram a ser representadas no Brasil no século XVI. Em Goiás, o primeiro registro é de 1751, na cidade de Santa Luzia [hoje Luziânia]. A festa une religiosidade, fé, cultura, turismo, economia e valorização do patrimônio imaterial do Estado, mobilizando moradores locais e visitantes. É uma tradição histórica.

O prefeito de Pilar de Goiás, Sávio Soares, resumiu o dia “como rico e feliz”, já que mais uma vez o governador participou e deu total apoio as Cavalhadas, além de ter contribuído para a restauração de um dos marcos da cidade, a Igreja de Nossa senhora das Mercês. “O senhor entrou, realmente, para fazer a diferença. O Estado estava arrombado e arrebentado. Agora assistimos o senhor, que, aos poucos, o reconstrói”, frisou.

Soares também enfatizou um feito importante na gestão de Caiado, que foi a recriação da Secretaria de Cultura. “É uma pasta importante, que Goiás precisava e não existia. O senhor soube reconhecer isso e, hoje, a secretaria vem fazendo um papel brilhante no Circuito das Cavalhadas. É muito gratificante ter o senhor aqui conosco. É um governador do povo e que fica no meio do povo, ouve as pessoas”, salientou.

Ao fazer um balanço das Cavalhadas, o governador ressaltou que é preciso respeitar e valorizar essa que é uma tradição de mais de 250 anos no Estado. “Fizemos questão, em nosso governo, mesmo com as dificuldades, de realçar isso. O que a Secretaria de Cultura pode, nós estamos fazendo, oferecendo arquibancadas, som, todo o apoio na divulgação além de segurança para que as pessoas se sintam confortáveis ao participarem das cavalhadas, eventos que são referências na cultura do Estado de Goiás. Nós precisamos desenvolver todas essas nossas tradições”, pontuou.

Segundo Edival Lourenço, as Cavalhadas 2019 tiveram uma das temporadas mais bem organizadas da história. “Nós, com o apoio da Agência de Turismo, fizemos um trabalho de logística para que as pessoas que participam das Cavalhadas tivessem segurança, conforto maior, com tendas, banheiros químicos e o fornecimento de água pela Saneago”, finalizou.

Os eventos foram prestigiados pelo vice-prefeito de Pilar de Goiás, João de Freitas; pelos prefeitos Zazá Eloi (Hidrolina), Toninho Camargo (Santa Terezinha de Goiás) e Jacob Ferreira (São Luiz do Norte); os vice-prefeitos Wallas Naves (Campos Verdes) e Elieudes Dias (São Luiz do Norte); além de vereadores de Pilar de Goiás.