Foto: Octacilio Queiroz

“As pessoas estão sentindo confiança e sabem que o dinheiro será aplicado em benefício do cidadão”, afirmou o governador ao entregar 216 casas em Porangatu

Acompanhado pelo vice-governador Lincoln Tejota, Ronaldo Caiado anunciou que até o final de 2019 serão entregues 2 mil residências em todo o Estado de Goiás

“Agora, sim, a família tem uma casa”, disse Fernanda Ferreira dos Santos com um sorriso generoso no rosto. Ela foi uma das pessoas que receberam a chave da casa própria na manhã deste sábado (26/10), em Porangatu. A família, formada por Fernanda, o marido e três filhos, conseguiu realizar o sonho de sair do aluguel. Ao todo, o governador Ronaldo Caiado entregou 216 unidades habitacionais. O município, que já recebeu outros dois Residenciais, Araguaia e Amazonas, com 352 casas, agora conquistou também o Residencial Tocantins, totalizando 568 famílias beneficiadas.

Mediante parceria entre a Prefeitura de Porangatu, o Governo de Goiás, Caixa Econômica Federal e Governo Federal, foram investidos R$ 15 milhões para a execução das obras. Emocionado, o governador destacou que agora a população goiana confia que o dinheiro depositado nos cofres públicos será revertido em melhoria da qualidade de vida da população. “Não tem nada que alegra mais a pessoa do que ter direito à casa própria. As pessoas estão sentindo confiança e sabem que o dinheiro depositado será aplicado em benefício do cidadão”, enfatizou Caiado.

O vice-governador ressaltou a honra de retornar à cidade de “mão cheia”, levando o resultado de um trabalho de empenho dos agentes públicos que integram o atual governo. “A gente volta trazendo benefícios, honrando compromissos do governador: de melhorar a vida da população e trazer desenvolvimento para o Norte do Estado”, disse.

Durante discurso, o diretor da construtora Excel, Wgmar Rua, que executou as obras dos residenciais, destacou que sem a parceria e aporte do Estado não seria possível a realização do sonho das famílias. “Só tenho a agradecer a vocês que acreditaram em nosso projeto. Sem o Governo do Estado, o projeto não poderia ser realizado. Estado subsidiou com o recurso que elimina, em quase 100%, a entrada dos clientes”, afirmou.

O prefeito Pedro João Fernandes reiterou que o município está de braços abertos para novas parcerias que trazem benefícios à população. “Quero enaltecer a importância da união entre o município, Estado e o Governo Federal. Quando as entidades públicas trabalham conjuntamente, o resultado é positivo e representa vantagem expressiva para a população”, e completou: “Estamos de braços abertos para as novas parcerias”.

Residencial Tocantins
O Governo de Goiás investiu R$ 10 mil em cada unidade habitacional, o que resulta em R$ 5.680 milhões em todo o Residencial. As famílias beneficiadas em Porangatu foram selecionadas nas faixas 1.5 e 2 do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. O prazo de financiamento junto à Caixa é de 360 meses. Cada família pagará parcelas que variam entre R$ 300 e R$ 400 por mês.

Os três residenciais (Amazonas, Araguaia e Tocantins) foram executados pela Excel Construtora. Construídas em lotes de 200 metros quadrados, as unidades habitacionais vão de 42,80 metros quadrados a 50.88 metros quadrados, com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

Mais moradias
Conforme o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Eurípedes do Carmo, só em 2019 o Governo de Goiás já entregou quase 1,4 mil residências. “Estamos desde o primeiro momento trabalhando diuturnamente para que possamos realmente cumprir a determinação do governador, fazendo com que mais casas sejam construídas no Estado de Goiás”, declarou Eurípedes.

A expectativa é de que no próximo ano sejam disponibilizadas às famílias selecionadas mais cinco mil unidades habitacionais. “Devemos entregar duas mil residências até o final de 2019, e, a partir do ano que vem, será iniciada a construção de mais de cinco mil casas”, concluiu.

Também participaram do evento o deputado federal José Nelto; a presidente da Ceasa, Vanuza Valadares e seu marido, o ex-prefeito de Porangatu, Eronildo Valadares; o superintendente executivo da Caixa, Rafael Siqueira; os prefeitos Zilmar Duarte (Minaçu) e Agostinho Rodrigues (Trombas); representantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros; suplentes de deputados; lideranças, vereadores e ex-prefeitos de Porangatu e municípios vizinhos.