Foto: Lucas Diener

Caiado apresenta, em palestra, como Goiás se tornou referência nacional em Segurança Pública

Em Brasília, governador demonstrou as estratégias que estão levando à redução dos índices de criminalidade e combatendo a corrupção no Estado

Trinta e dois policiais civis e militares de todas as regiões do País ouviram atentamente as palavras do governador Ronaldo Caiado sobre como conquistar a governabilidade e a redução dos índices de criminalidade, mesmo sem condições de aumentar o efetivo das forças de Segurança Pública. Segundo o governador, o chefe do Poder Executivo deve, primeiramente, dar exemplo e apoio. “Quantos de vocês já não se viram em situações em que não tinham respaldo para avançar no combate ao crime? Isso provoca uma frustração, que tem uma repercussão social enorme”, disse.

Na sequência, Ronaldo Caiado destacou que dar liberdade para que policiais militares e civis pudessem trabalhar, sem interferências políticas, também gerou resultados efetivos rapidamente. “Se eu estou aqui, consegui a governabilidade em meu Estado e o respeito da população, foi graças à eficiência das minhas polícias”, reconheceu.

Muitas das estratégias implementadas pelo Governo de Goiás na Segurança Pública foram apresentadas, entre elas os 3 I’s: Interação, Inteligência e Integridade. Com o trabalho integrado, nos níveis estratégicos, tático e operacional, aliado à tecnologia da informação, foi garantido a todos os agentes das Forças de Segurança acesso a dados unificados e em tempo real.

O combate à corrupção em Goiás, crime que já causou prejuízo de milhões aos cofres públicos, é outro foco das forças policiais goianas com alto grau de produtividade. “A economia hoje chega à casa dos R$ 750 milhões ao cidadão do Estado de Goiás”, estimou o governador, ao citar operações policiais realizadas no Detran e em outros órgãos públicos, referentes a ações executadas pelos antigos governos e que só puderam ser investigadas agora.

A palestra ministrada por Ronaldo Caiado, a convite General Theophilo, integra o Curso de Aperfeiçoamento em Segurança Pública, desenvolvido em parceria entre a Academia Nacional de Polícia, da Polícia Federal; e o Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP). Com duração de dois meses, os alunos vão concluir o curso em 29 de novembro. Entre os 32 policiais está o tenente Saulo Espíndola dos Santos, da Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-GO), que voltará para a corporação cheio de novas experiências.

“As expectativas são as melhores possíveis, temos uma grande troca de experiências entre as instituições civis e militares. A gente já está aplicando o que o governador disse e o que nosso Estado estimula, que é a integração”, e completa: “A grande maioria dos instrutores é de policiais federais e teremos muita coisa para utilizar em nossos estados”.

Também presente no local, o secretário de Segurança Pública (SSP-GO), Rodney Miranda, declarou que são essas estratégias que estão colocando Goiás como referência no cenário nacional. “Foi o único governador do Brasil a ser convidado a expor o trabalho que está fazendo na Segurança Pública do Estado de Goiás e falou para oficiais e delegados do Brasil todo e mostrou o porquê Goiás está sendo referência”.

Ao final da palestra o governador foi homenageado pelos alunos e recebeu um compilado com acontecimentos históricos da Academia Nacional de Polícia. Ainda participaram da palestra o delegado Jorge Pontes (diretor de Ensino e Estatística da SENASP), delegado Roberto Alzir (chefe do setor de Cooperação Institucional da ANP), delegado Luiz Cravo Dórea (coordenador-Geral da SENASP) e delegado Emerson Silva Barbosa (coordenador da Escola Superior de Polícia Substituto).