Foto: Lucas Diener

Caiado: “Primeiro emprego e voluntariado são molas propulsoras para o crescimento de Goiás”

Durante abertura da Expo CIEE 2019, governador destacou políticas para a juventude e assinou Termo de Compromisso com o Projeto Rondon, que vai beneficiar população das regiões mais carentes do Estado

Milhares de estudantes de todo o Estado prestigiaram o primeiro dia da Expo CIEE – 2019, realizada nesta quarta e quinta-feira (6 e 7/11), no Centro de Convenções em Goiânia. Atraídos pela oportunidade de uma vaga no mercado de trabalho, os estudantes fizeram fila para entrar no evento, que é considerado a maior feira estudantil da América Latina. Fruto de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da OVG, e o Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, a Expo CIEE – 2019 une entretenimento e informação; e disponibiliza 2000 vagas para estudantes goianos. “Isso dá a oportunidade para essas pessoas iniciarem suas atividades e, a partir daí, vencerem dificuldades e se firmarem em suas profissões. É uma política de resultados”, avaliou o governador Ronaldo Caiado, que esteve presente na solenidade de abertura da feira.

Caiado garantiu o apoio do Estado nas novas edições do evento e salientou a importância de oportunizar o primeiro emprego aos jovens. “Eu quero agradecer, em nome do Governo de Goiás, ao presidente do CIEE pela oportunidade que está sendo dada ao nosso Estado, e dizer que vocês serão nossos convidados todos os anos enquanto eu estiver à frente do governo, com a esperança que da próxima vez vocês possam ampliar, talvez até dobrar, o número de vagas ofertadas”.

O superintendente geral do CIEE, Humberto Casagrande destacou que várias pessoas que hoje estão em posições de destaque, seja na política ou em grandes empresas, passaram pelo CIEE. “Eles tiveram esse apoio em um momento difícil da vida, por volta de 18 anos de idade, precisando que alguém os apoiasse para arrumar um primeiro emprego, para fazer os seus primeiros avanços na vida pessoal e na vida profissional”, lembrou.

A programação da Expo CIEE traz 60 palestras direcionadas aos estudantes com temas como orientação profissional, profissões do futuro, modo de trabalho e educação financeira. A feira conta com dezenas de estandes de empresas que oferecem informações sobre diferentes áreas de atuação, auxiliando os jovens visitantes na escolha de suas futuras profissões. Toda a programação é gratuita.

A previsão é de que cerca de 18 mil estudantes se cadastrem para as vagas de estágio até o final do evento. Após o cadastramento, os estudantes passarão por um processo seletivo e os selecionados serão encaminhados às vagas de trabalho nos mais diversos segmentos.

Projeto Rondon

Além participar da solenidade de abertura da feira, o governador recebeu representantes do Ministério da Defesa para a assinatura do Termo de Cooperação do Projeto Rondon. Representando o Estado de Goiás, também assinaram o termo a primeira-dama Gracinha Caiado, que é coordenadora do Grupo Técnico Social de Goiás e presidente de honra da OVG, a secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Vânia e a diretora-geral da OVG, Adryanna Caiado.

O governador ressaltou a alegria pela retomada da parceria com o Projeto Rondon, que desde o ano de 2010 não atuava em território goiano. O projeto tem previsão de início para o mês de julho de 2020 com a “Operação Lobo-Guará”, que será direcionada aos municípios mais carentes do Estado, indicados pelo Índice Multidimensional de Carência das Famílias de Goiás (IMCF). O projeto vai priorizar os municípios do Nordeste goiano e do Entorno do Distrito Federal.

Estudantes universitários, bolsistas pela OVG, e professores atuarão de forma voluntária nas cidades levando conhecimento e desenvolvendo ações transformadoras nas comunidades. “Que estes jovens que são beneficiários da bolsa e de todas as outras formas de incentivo retribuam às regiões mais carentes do Estado de Goiás”, observou Caiado.

O governador lembrou ainda que o Estado investe R$ 69 milhões no programa Bolsa Universitária, mais de R$ 62 milhões no programa Passe Livre Estudantil e R$ 28 milhões (até o mês de agosto) no Jovem Aprendiz, e que esse investimento, feito por meio do pagamento de impostos de cerca de sete milhões de goianos, deve ser revestido em benefício da população.

Caiado solicitou à sua equipe a criação de um projeto nos moldes do Projeto Rondon para o Estado de Goiás. “Eu quero criar o nosso Projeto Rondon, nos moldes do que já existe no cenário nacional, para eu poder dar ao povo goiano, que paga pela mensalidade, que paga pelo custo dos jovens, a retribuição. Vamos implantar esse projeto no ano que vem”, anunciou.

O general de Exército da reserva, Manoel Luiz Narvaz Pafiadache, secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto (SEPESD) do Ministério da Defesa, destacou que o envolvimento dos Estados e Municípios é fundamental para o sucesso do Projeto Rondon e parabenizou o governador Ronaldo Caiado pela sensibilidade e pelo reconhecimento da grandiosidade do trabalho. “Com o seu apoio e o apoio do seu governo, certamente, teremos um grande evento no ano que vem”, destacou.

Voluntariado
Logo após a assinatura do termo de compromisso, a presidente da OVG, Gracinha Caiado, e a diretora-geral da organização, Adryanna Caiado, participaram do painel “Políticas Sociais para a Juventude e Voluntariado, com mediação do jornalista Téo Taveira. Se dirigindo aos estudantes que acompanhavam o painel, a primeira-dama ressaltou a importância do voluntariado e lembrou que recentemente a OVG firmou parceria com o programa “Pátria Voluntária” do Governo Federal. “Eu queria que vocês tivessem um olhar especial para aquelas pessoas que sequer puderam cursar o Ensino Fundamental. Ao trabalhar com essas pessoas o aprendizado é muito maior. O que quer que você queira fazer, sempre tem alguém na outra ponta esperando por esse trabalho”, enfatizou.

Adryanna Caiado destacou que uma das prioridades da OVG é inserir os quase 15 mil alunos atendidos pela instituição no mercado de trabalho e que o voluntariado, por meio da contrapartida oferecida pelos estudantes à sociedade, uma das prerrogativas do Bolsa Universitária, é o melhor caminho. “Nosso objetivo agora é fortalecer esse ‘V’ do voluntariado”.

Além de um estande para atendimento dos estudantes, a OVG conta com seis pontos para coleta de doações de alimentos pela feira. A arrecadação será destinada às entidades sociais cadastradas na instituição.

No estande da Secretaria de Desenvolvimento Social os jovens poderão fazer a primeira via da Carteira de Trabalho, além de outros atendimentos. A Secretaria de Educação (Seduc) é uma das apoiadoras do evento e também montou um estande para atender aos estudantes no local.

Também participaram da solenidade de abertura da feira os secretários de Estado Fábio Cammarota (Secretário-Chefe da Secretaria-Geral de Governo do Estado de Goiás), Edival Lourenço (Cultura) e Lyvio Luciano (Chefe de Gabinete de Gestão da Governadoria de Goiás); diretora-geral da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Melo Caiado; o diretor do Departamento de Ensino do Ministério da Defesa, Vice-Almirante Luiz Octávio Barros Coutinho; os deputados estaduais Álvaro Guimarães e Delegado Eduardo Prado; o reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), professor Wolmir Therezio Amado; vice-presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Sampaio; vereador Anselmo Pereira; e o coordenador da Operação “Lobo Guará” do Projeto Rondon, coronel Marcelo Martins.