Foto: Hegon Corrêa

“Cidadão vai se sentir mais respeitado”, diz Caiado sobre nova sede das Promotorias de Justiça de Anápolis

Governador prestigiou inauguração do edifício ao lado do procurador-geral de Justiça, Aylton Flávio Vechi, e demais representantes do MP, com o qual Caiado reforçou parceria: “Mais do que nunca, faço questão de governar ao lado dos poderes constituídos”

Atender o Ministério Público de Goiás (MPGO) e servir com dignidade a população: este é o objetivo da nova sede das Promotorias de Justiça de Anápolis, inaugurada nesta terça-feira (19/11) com a presença do governador Ronaldo Caiado e do procurador-geral de Justiça, Aylton Flávio Vechi. “Esse prédio é emblemático, porque representa a correta gestão do dinheiro público. O cidadão vai se sentir respeitado”, avaliou Caiado, ao conhecer o imóvel com área construída de 4,2 mil metros quadrados, com quatro pavimentos, situado na Rua JM 32, Bairro Jamil Miguel.

Caiado destacou o valor da contribuição que o MP faz à sua cidade natal, ao apresentar à sociedade anapolina e à dos municípios limítrofes, uma nova sede com muito mais capacidade de absorver o trabalho deles e de responder à comunidade com mais celeridade. Ressaltou ainda a sinergia entre o Governo de Goiás, Ministério Público, Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa. “Faço questão de governar ao lado dos Poderes constituídos. Não tomo nenhuma decisão sem ter comum acordo. Todos na sua finalidade específica, mas trabalhando conjuntamente, proverão o cidadão com melhor qualidade de atendimento no seu dia a dia e a máquina pública fica mais bem fiscalizada”, completou Caiado.

Estrutura
Procurador-geral de Justiça, Aylton Flávio Vechi se disse honrado com a presença do governador. “A entrega desta sede é um momento muito importante, pois passamos a atender o cidadão com a dignidade que ele merece”, destacou, sublinhando a preocupação com a acessibilidade, para atender a todos sem distinções. “Toda a ideia do prédio é permitir acessibilidade e dar conforto a quem precisa do Ministério Público, tornando efetivo e potencializando os interesses e os direitos do cidadão.”

Segundo a coordenadora das promotorias de Anápolis, Sandra Mara Garbelini, a falta de uma sede mais adequada às demandas do MP era sentida desde a década de 1990. “Interessante que, nos momentos de crise, brotam soluções criativas para superarmos nossos problemas. O MP ousou ao buscar no modelo da iniciativa privada uma resolução moderna, prática e rápida para nossos problemas”, pontuou.

Participaram da solenidade a procuradora-geral do Estado, Juliana Prudente; o secretário da Casa Civil, Anderson Máximo; o diretor do Foro da Comarca de Anápolis, juiz Ricardo Silveira Dourado, representando o Tribunal de Justiça do Estado; o deputado estadual Amilton Filho; o corregedor-geral do Ministério Público de Goiás, Sérgio Abinagem Serrano; a ouvidora-geral do Ministério Público de Goiás, Orlandina Brito Pereira; o presidente da Associação Goiana do Ministério Público, José Carlos Miranda Nery Júnior; o defensor público-geral do Estado Domilson Rabelo; o vice-prefeito de Anápolis, pastor Márcio Cândido; além de representantes do senador Wanderlan Cardoso e dos deputados João Campos, Bruno Peixoto e Coronel Adailton; entre outras autoridades da região.