Foto: Júnior Guimarães

“Desafio a Enel a mostrar sistema de compliance”, diz Caiado em entrevista à CBN Goiânia

Ao fazer o balanço de um ano à frente do Estado, o governador destaca que o maior entrave para o desenvolvimento econômico de Goiás é a falta de energia elétrica

O governador Ronaldo Caiado foi entrevistado nesta quarta-feira (18/12) pela CBN Goiânia, para fazer um balanço do primeiro ano à frente do Governo de Goiás. No programa Papo Político, Ronaldo Caiado foi questionado sobre o projeto de encampação da Enel, que está em tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), e as possibilidades de retirar a empresa do comando da distribuição energética do Estado.

O governador ressalta que a empresa não atender as necessidade dos goianos e chama a venda da Celg Distribuição para a Enel de “negociata”. “Desafio a Enel a mostrar o sistema de compliance dela. Uma empresa multinacional tem que ter um sistema de compliance para saber o que está comprando. Ali não foi negócio, foi uma negociata”, declarou.

Ronaldo Caiado explicou que, além do projeto de lei de encampação e da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), oriundas da Assembleia Legislativa, também pede constantemente ao governo federal, por meio do Ministério de Minas e Energia, que faça a revisão do contrato assinado entre a Enel e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de concessão da Celg D.

“Por que a Aneel teve que abaixar as exigências para que a Enel tivesse contrato em Goiás? Isso tudo ocorreu em um clima republicano? Estou dizendo que revejam o contrato”, relatou. E questionou: “Agora, o cidadão é obrigado a ter prejuízo, e a Enel fica como boazinha, dizendo que está atendendo, dentro das regras?”.