WhatsApp Image 2019-12-11 at 12.06.06

Governador Ronaldo Caiado anuncia pagamento dos servidores de dezembro antes do Natal

“Graças ao esforço e apoio dos servidores públicos, do povo goiano, do nosso secretariado, vamos pagar os salários antes do Natal”. Com esse anúncio da antecipação salarial e o reconhecimento do apoio que tem recebido dos goianos, o governador Ronaldo Caiado abriu a solenidade de lançamento dos programas Finep Inovacred 4.0 e do Finep Conecta, nesta quarta-feira (11/12), no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Sem receber da gestão passada, o servidor público teve um final de ano difícil em 2018, conforme lembrou o governador: “Cada um sabe como foi o seu Natal de 2018”. Caiado recebeu o Estado, em janeiro de 2019, com R$ 3,1 bilhões em dívidas, sendo R$ 1,6 bilhão de pagamento do funcionalismo em atraso.

“Vocês sabem do nosso esforço para recuperar Goiás. E agora vão poder passar o Natal e Ano Novo com a família, sabendo que, graças a Deus, superamos uma etapa importante”, comemorou. O governador ressaltou que ainda há outras etapas para superar. Mas, continuou, é cada dia um degrau. “E temos a certeza que no final do nosso mandato, vamos entregar um Estado muito mais respeitoso aos servidores e a toda a população goiana”.

Respeito ao servidor
Ao longo do ano, o governador Ronaldo Caiado quitou as folhas de novembro (parte) e de dezembro de 2018, herdadas das gestão passada, e fez todos os pagamentos de 2019 dentro do prazo legal – até o dia 10 do mês subsequente, conforme dita a Constituição Estadual. “São 14 folhas de pagamento e meio dentro de um ano. Isso é respeitar o servidor público e garantir o seu salário, que é sagrado”, disse Caiado.

No pagamento de outubro, Caiado antecipou a quitação de parte do funcionalismo para dia 30 de setembro, e finalizou a folha do mês no dia 7 de outubro. Na folha de dezembro, nova antecipação de parte e quitação final no último dia 5.

Agora, além de efetivar o pagamento no mês, Ronaldo Caiado determinou esforço total de todas as áreas do governo para que pudesse quitar a folha antes do Natal. “Estou lutando para dar essa notícia há dias. Mas somente no final do dia de ontem tive a confirmação de que teríamos como fazer com que isso acontecesse. Responsabilidade e obrigação do Estado: estamos cumprindo isso com vocês”, salientou o governador.