Foto: Lucas Diener

“Nosso compromisso é garantir renda ao homem do campo”, reforça governador Ronaldo Caiado, na Ceasa

Caiado participou do lançamento de festival gastronômico que movimentou a manhã desta terça-feira (17/12) da Ceasa, à qual Caiado atribuiu ” função social ímpar”

Mal despontaram no horizonte os primeiros raios de sol desta terça-feira (17/12) e, como de praxe, a Ceasa já estava a todo vapor. Entretanto, o dia ganhou já em suas primeiras horas um tempero especial, com os sabores e as modas de viola que embalaram o lançamento oficial do festival gastronômico “Fartura da Pedra – Festival de Sabores da Ceasa”, primeiro festival de sabores no mercado, promovido pelas Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa-GO) em parceria com a Goiás Turismo e o Sebrae Goiás. “Vocês conhecem minha luta. Uma vida dedicada à defesa dos produtores rurais. Esse evento reforça nosso compromisso com esta classe”, salientou Caiado, que prestigiou a solenidade.

O governador destacou que a Ceasa tem “uma função social ímpar”, sendo espaço fundamental em que pequenos e médios produtores rurais podem comercializar os seus produtos diretamente para a população, que busca alimentos frescos e de qualidade. “Não é espaço para atravessadores. E em nossa gestão, a Ceasa está sendo remodelada para receber a todos com mais dignidade.” Ainda sobre o homem do campo, o governador destacou que a preocupação maior é a garantia de renda para suas famílias. “Cada vez que um cidadão abre mão de sua propriedade rural e vem para cidade, nós estamos perdendo um produtor e trazendo uma situação de desemprego ao setor urbano”, ponderou Caiado.

Segundo a presidente da Ceasa-GO, Vanuza Valadares, o Festival Fartura da Pedra é um marco para a história da unidade. ”Este festival é uma grande inovação, não só para a Ceasa, mas para todo o Estado”, pontuou. O objetivo do evento é divulgar, promover e valorizar a riqueza e a diversidade dos alimentos comercializados na Ceasa. “Aqui alimentamos famílias de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Pará, São Paulo e Rondônia. Somos o principal mercado das regiões Centro-Norte do País e o 5º maior do Brasil. São mais de 50 mil empregos diretos e indiretos, com 80 mil toneladas de alimentos comercializadas por mês, o que dá ao ano um volume financeiro de mais de R$ 2 bilhões”, enumerou.

O Festival Fartura da Pedra intensificará a rede de negócios entre os produtores rurais, permissionários e concessionários do entreposto. E como estratégia, destacou a presidente, a gastronomia vai ser destaque na implantação de políticas públicas de empreendedorismo, inclusão social, sustentabilidade e inovação. Na ocasião também foi entregue a homenagem ”Amigo do Produtor” a quem, de alguma forma, contribue para o setor rural em Goiás. “Esta é a nova Ceasa – um espaço realmente voltado ao produtor. Gente de mãos grossas, calejadas, que tem como marca a dignidade do trabalho honesto. Que dorme tarde e acorda muito cedo para trabalhar”, disse.

Entre os homenageados estava o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Antônio Carlos de Souza Lima Neto, que destacou que um dos méritos da Ceasa é justamente valorizar e integrar os produtores rurais. “Temos que gerar oportunidades e realçar esse trabalho importante feito nas propriedades rurais, nos 246 municípios, com fartura e eficiência”, afirmou. Já o presidente da Goiás Turismo, Fabricio Amaral, ressaltou que um dos pilares do Turismo é a gastronomia e relatou: “Semana passada andei pelo Brasil afora e dissemos que faríamos uma brincadeira aqui na Ceasa. As pessoas não acreditaram, mas chegamos ao final do ano, com mais uma ação maravilhosa e com a marca do trabalho de Caiado, em todas as vertentes, e esta interação entre as pastas.”

Permissionária há 15 anos, Selma Reis acompanhava de longe toda a movimentação, em meio a produtos como beterraba, batata doce e cenouras. As vendas, segundo ela, andam longe do esperado, mas ela acredita que iniciativas como o “Fartura da Pedra” podem ser decisivas. “Essa crise assola o Brasil, não é um mal só aqui. Acho que é muito importante um evento como esse para divulgar os produtos do nosso Estado.” Ao ser questionada sobre a atuação do Governo de Goiás, ela foi contundente. “Está outra coisa! Não apenas para nós, produtores rurais, mas no geral. A Saúde já é outra”, considerou.

Agenda
Durante toda a manhã foram programadas diversas oficinas com o tema “Desafios da Pedra para Mesa Natalina”, ministradas por chefs conceituados do Estado. O festival é aberto e oferece ainda apresentações artísticas da cultura goiana e oficinas sobre reaproveitamento de alimentos e o uso de plantas na culinária. O Festival segue até as 12h desta terça-feira.

Também compareceram ao lançamento do Festival o procurador-geral do Ministério Público do Trabalho (MPT), Thiago Raniere; os presidentes José Essado (Agrodefesa), José Roberto Leão (ABC), Josué Lopes (Associação dos Servidores da Ceasa), Wilton César de Souza (União de Atacadistas e Produtores de Hortifrutigranjeiros do Estado de Goiás – Uniap), Lourival dos Santos (Cooperativa Mista de Produtores e Hortifrutigranjeiros do Estado de Goiás – Comphego); a assessora de eventos da Goiás Turismo, Sônia Stival; a superintendente estadual do Sebrae, Derley Cunha; o diretor de Agricultura Familiar, Daniel Antônio, representando o prefeito Iris Rezende; o prefeito José Faleiros (Silvânia); vereador por Goiânia, Denício Trindade; além de produtores rurais e colaboradores da Ceasa.