Foto:  Hegon Corrêa

“O jovem vai ter consciência de que o bem público é propriedade dele”, diz Caiado

Governador visitou o Colégio Estadual Presidente Artur da Costa e Silva para ver o resultado do trabalho de revitalização do pátio externo da instituição, desenvolvido por meio do projeto Estudantes de Atitude

Com um sorriso no rosto e cheios de orgulho, os alunos do Colégio Estadual Presidente Artur da Costa e Silva, em Aparecida de Goiânia, recebiam os visitantes, nesta quarta-feira (4). Posicionados em um grande corredor, esperavam pelo visitante mais ilustre da manhã, o governador Ronaldo Caiado, para apresentar os resultados alcançados por meio do projeto “Estudante de Atitude”. O gesto dos alunos sensibilizou o chefe do executivo estadual, que desde que assumiu o governo tem incentivado ações solidárias que contribuam para o desenvolvimento social e a conscientização da população.

Caiado destacou que os alunos fizeram o exercício de cidadania e, a partir de um momento de reflexão conjunta, entenderam que a escola é propriedade de todos. “Foram vocês que fizeram essa obra maravilhosa aqui. Vocês transformaram a escola. Esse é um projeto de cidadania. Essa escola é propriedade de vocês”, reforçou.

Para o governador, o projeto “Estudante de Atitude” é uma ferramenta de conscientização. “O jovem vai ser formado para ter consciência de que o que é público é propriedade dele. Os próprios alunos contribuem com a gestão, reformando, chamando a atenção das falhas, corrigindo as pessoas que estavam indo para o vandalismo”, observou.

Revitalização
Após uma auditoria cívica, que ouviu toda a comunidade escolar, as ações de revitalização priorizaram uma área da escola que há anos estava completamente abandonada. No antigo pátio escolar, o mato alto era o reflexo da necessidade de mudança.

De acordo com a coordenadora do projeto no colégio, Grasiela Mariano, a proposta aprovada pelo grupo focou em três aspectos essenciais: o social, com a construção de uma praça de convivência; o ambiental, com a estruturação de uma horta e um pequeno pomar; e o esportivo, com a criação de uma quadra de areia.

“Quando nós realizamos a auditoria cívica, procuramos estabelecer o perfil da escola na região. Registramos todos os dados, que depois foram analisados em auditorias públicas. Nós buscamos as angústias de quem passou pelo Artur [colégio], juntamos com as angústias de quem está aqui hoje e o resultado foi a revitalização desse espaço”, explicou.

Ao todo, foram quase dois meses de obras, que envolveram diretamente alunos, ex-alunos, professores, pais, vizinhos, comerciantes e poder público. Todos trabalharam de domingo a domingo para garantir que a escola se tornasse um local mais bonito e agradável. “Antigamente, nós nem íamos àquele lugar, porque ali só existia um matagal. Nós agarramos esse projeto e, mesmo com o tempo curto, nós conseguimos. Agora, nós podemos ir à biblioteca, pegar um livro e ler ali, ao ar livre”, comemorou a aluna Mariana Alves, de 13 anos.

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, enfatizou que, embora seja responsável pela gestão das escolas municipais, sua administração tem trabalhado com atenção e respeito às escolas estaduais. “Nós temos ajudado nas limpezas de todas as escolas estaduais, fazendo troca de iluminação e, sempre que eu posso, a gente dá uma atenção especial a todas as diretoras e diretores que existem na rede estadual. A educação tem que ser valorizada, e promover ações como essa faz com que possamos deixar a educação cada vez mais atrativa”, destacou.

O projeto
De acordo com o subcontrolador de Transparência da Controladoria Geral do Estado (CGE), Diego Ramalho, o Colégio Estadual Artur da Costa e Silva é uma das 105 escolas, de sete coordenações regionais da Seduc – Goiânia, Aparecida de Goiânia, Inhumas, Trindade, Goiás e Rio Verde, que participam do projeto “Estudante de Atitude”.

O projeto foi viabilizado por meio de uma parceria entre a CGE e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e tem o objetivo de estimular na comunidade escolar práticas relacionadas à transparência, controle social, voluntariado, consciência ambiental e prevenção à corrupção.

Na próxima segunda-feira (9/12), as 10 ações mais inovadoras receberão prêmios de mais de R$ 100 mil, durante solenidade no Teatro Goiânia. O recurso deverá ser revertido em mais benefícios para as escolas selecionadas.

Participaram ainda da visita o deputado estadual Cairo Salim; Maria Valente, representando o Grupo Técnico de Políticas Sociais de Goiás; o vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Veter Martins; a chefe de gabinete da Seduc, Helena Bezerra, representando a secretária Fátima Gavioli; a superintendente do Centro de Estudos, Pesquisa e Formação de Profissionais da Educação, Rita de Cássia; o diretor de produção da Saneago, Wanir José; a coordenadora regional de Educação, Núbia Faria; a diretora da escola, professora Maria Auzenira; o vereador por Aparecida, Manoel Nascimento; o comandante do 2º Comando Regional de Polícia Militar, Tenente Coronel Limeira e o presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial da região Leste de Aparecida – Acirlag, Maione Padeiro. Os deputados federais João Campos e Glaustin da Fokus enviaram representantes.