Foto: Cristiano Borges

Instalado em Formosa, Comando de Artilharia do Exército traz tecnologia e defesa estratégica para Goiás

Vice-presidente Hamilton Mourão e governador Ronaldo Caiado participaram da solenidade oficial de inauguração

Em Formosa, o governador Ronaldo Caiado participou, nessa quarta-feira (29/01), da inauguração do Comando de Artilharia do Exército no Forte Santa Bárbara, com a presença do vice-presidente Hamilton Mourão. Instalado em uma área de 64 quilômetros quadrados, o Comando de Artilharia faz parte do Programa Estratégico do Exército ASTROS 2020. Sua criação visa ampliar as capacidades operacionais e o poder de dissuasão da Força Terrestre do Exército brasileiro.

“Um grande trabalho está sendo cristalizado nesta manhã. Juntam-se aqui tropas, que vieram de diversos lugares do Brasil, para constituir esse comando de artilharia dentro de um processo de transformação do nosso Exército, que não para em nenhum instante de pensar sempre na melhor forma de cumprir suas missões”, disse o vice-presidente Mourão.

A inauguração contou com apresentação da banda marcial e homenagens ao 71º aniversário do Comando de Artilharia. Junto à tropa, o vice-presidente Hamilton Mourão participou do desfile dos artilheiros do Exército. Convidado a participar de uma demonstração especial da artilharia, o governador Ronaldo Caiado disparou oito foguetes, numa mira a 25 quilômetros de distância “Isso mostra que toda essa tecnologia que o Brasil desenvolve está instalada aqui no Forte Santa Bárbara, na cidade de Formosa. Isso é um orgulho para nós”, disse Caiado.

O governador falou também da intenção de aproveitar a instalação do Comando de Artilharia em Formosa para trazer mais indústrias e desenvolver um polo tecnológico em Goiás. Caiado contou que foi convidado para uma reunião da Avibras, uma indústria aerospacial, o que deve ocorrer nos próximos dias. “A indústria armamentista é responsável por bilhões e bilhões de reais de gastos do orçamento. Se pudermos ter essa base cada vez maior no Estado de Goiás, temos que capitalizar cada vez mais essa oportunidade de concentrar aqui tudo aquilo que pode gerar emprego e renda”, pontuou.

A presença desse centro estratégico reforça as defesas do País, desenvolve a tecnologia, otimiza recursos de logística, descolamento e combustível, além de aquecer a economia da cidade de Formosa com o aumento do consumo. Antes, cerca de 700 militares e suas famílias moravam na região. Agora, com a completa instalação dos Comandos, serão cerca de 1.400 militares residentes na cidade ou municípios próximos. Outra vantagem que contou para a escolha de Formosa como sede do Comando é a proximidade com a base aérea de Anápolis.

Também estiveram na solenidade de inauguração o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, o comandante do Exército, general Leal Pujol, o secretário de Comunicação de Goiás, Marcos Silva, e autoridades civis e militares estaduais e nacionais.

Comando de Artilharia
Inicialmente sediado em Porto Alegre, o Rio Grande do Sul, o Comando é composto pelo 6º Grupo de Mísseis e Foguetes, pelo 16º Grupo de Mísseis e Foguetes, pelo Centro de Instrução de Artilharia de Mísseis e Foguetes, pelo Centro de Logística de Mísseis e Foguetes e pela Bateria de Comando de Artilharia do Exército. Em sua nova sede, o Comando será o responsável pela Artilharia de Mísseis e Foguetes do Exército Brasileiro, empregando os mais modernos sistemas de defesa existentes no mundo como o Foguete SS 40, que possui alta precisão e alcance aproximado de 40 quilômetros, e o Míssil Tático de Cruzeiro, com alcance de 300 quilômetros.