WhatsApp Image 2020-02-04 at 19.39.32

Governador assina protocolos de intenção com 43 empresas, número recorde em Goiás

A previsão de investimento supera a marca de R$ 1,3 bilhão, com a geração de 12 mil empregos diretos e indiretos. No acumulado, de fevereiro de 2019 até agora, foram assinados 112 desses protocolos pelo governador Ronaldo Caiado, diante de 93 documentos com o mesmo perfil oficializados entre 2014 e 2018

A exemplo do que já ocorreu no ano passado, o setor industrial em Goiás começa 2020 movimentado e com ótimas expectativas. Na tarde desta terça-feira (4/2), o governador Ronaldo Caiado assinou protocolos de intenção para a instalação de 43 novas empresas no Estado, número recorde na história da economia goiana. A previsão de investimento supera a marca de R$ 1,3 bilhão, com a geração de 12 mil empregos diretos e indiretos.

Somados com dados anteriores, os números impressionam: em menos de um ano do atual governo, foram assinados 112 protocolos de intenção para a instalação de empresas em Goiás. A quantidade é expressivamente maior que toda a somatória entre 2014 e 2018, quando foram assinados 93 documentos com o mesmo perfil. “Podem investir no Estado de Goiás que vocês terão suas empresas valorizadas”, assegurou Caiado.

O secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Wilder Morais, informou que a indústria em Goiás avançou 3,33% no ano passado, o segundo maior crescimento no Brasil. “Isso demonstra a força e a vocação do nosso Estado”, salientou. Ele também apresentou o andamento dos protocolos assinados durante o ano passado. Há casos de empresas que já começaram as obras de instalação nas cidades de Rio Verde, Jataí, Goiânia, Aparecida de Goiânia, Cristalina, Morrinhos e outras.

Sobre a política de regionalização, determinada por Caiado, o titular da SIC comprovou que vem sendo cumprida. “Vamos atender 24 novos municípios com os 43 protocolos assinados hoje”, disse. Entre as cidades estão duas do Norte (Porangatu e Rialma) e cinco do Entorno do Distrito Federal (Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso, Abadiânia, Alexânia e Cidade Ocidental). Toda essa ação contribui diretamente no combate às desigualdades regionais, fazendo com que o potencial de cada região do Estado seja valorizado.

Cervejaria é maior investidora
Entre as interessadas em Goiás está a Cervejaria Cidade Imperial, que terá uma fábrica em Jataí. Para a construção da nova unidade, a terceira no País, a empresa investirá R$ 900 milhões. “Escolhemos Goiás porque é um Estado que está inovando, sendo parceiro e apoiando”, justificou o diretor da empresa, Antonio Glaucius de Morais.

As obras começam em 2021 e a cervejaria deve gerar em torno de 2 mil empregos, diretos e indiretos, em Jataí e municípios vizinhos. “Sem apoio do Estado, o empresário não consegue crescer nem se desenvolver”, comentou Antonio Glaucius. Conforme avaliou, o perfil técnico da região aliada à disposição do governo estadual em ver instalada a empresa foram critérios determinantes para o acordo.

Há também destaques internacionais, como a Progeral Corporation, dos Estados Unidos, e a Soucy América do Sul Indústria e Comércio, do Canadá. As duas empresas assinaram protocolo de intenção nesta tarde. Já Inhumas e Alexânia, por exemplo, receberão dois frigoríficos.

União em prol do crescimento
O vice-governador Lincoln Tejota afirmou que o slogan “Somos Todos Goiás” virou uma máxima, e que a união de vários segmentos em prol do Estado está rendendo bons frutos. Aproveitou a oportunidade para dar as boas-vindas aos novos empresários. “Tenho convicção de que quem vem para Goiás não sai de Goiás, porque é um Estado acolhedor, que gera oportunidade e que tem atraído os olhos do mundo”, opinou.

Já o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), André Rocha, reconheceu o empenho de Caiado em lutar pela geração de emprego e renda. “Sabemos do bom propósito desse governo para estabelecer um melhor desenvolvimento do nosso Estado, e o Fórum das Entidades Empresariais também tem esse mesmo propósito. Nós queremos, devemos e sempre iremos caminhar juntos, lado a lado.”

Falando em nome de todos os prefeitos presentes, o gestor de Rio Verde, Paulo do Vale, disse que Caiado está conduzindo Goiás no caminho certo. Ele elogiou o fato de sua gestão estar atenta a todas as regiões. Essa pulverização de empresas, concluiu, impede a concentração em determinados municípios, abrindo espaço para o investimento amplo. “O mundo lá fora quer o que nós produzimos aqui dentro”, arrematou.

Participaram da solenidade a deputada federal Flávia Morais; os deputados estaduais Pastor Jeferson, Zé Carapô, Paulo César Martins, Rubens Marques, Wilde Cambão, Cairo Salim e Chico KGL; o secretário municipal de Comunicação de Goiânia, Vassil de Oliveira, representando o prefeito de Goiânia, Iris Rezende; os presidentes Marcelo Baiocchi (Fecomércio), José Alves Filho (Adial Brasil), Rubens Filet (Acieg), Luiz Alberto Pereira (OCB/GO); o superintendente do Sebrae Goiás Derly Cunha, o representante da Adial Goiás, Edwal Portilho, além dos prefeitos municipais Roberto Naves (Anápolis) e Paulo do Vale (Rio Verde).