WhatsApp Image 2020-03-09 at 17.14.22

Codevasf em Goiás: “Decisão alavanca investimentos nos municípios mais carentes”, diz Caiado

Ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Paranaíba terá escritório no Estado. Presente ao lançamento, ministro Rogério Marinho destacou que abertura é “um gesto de reconhecimento e apoio ao trabalho que o governador Ronaldo Caiado tem feito”

O Governo de Goiás deu mais um importante passo no combate às desigualdades regionais ao firmar parceria com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf). Isso porque a empresa pública federal oficializou, nesta segunda-feira (9/3), a instalação de um escritório no Estado. “Essa decisão alavanca e muito os investimentos em Goiás, principalmente nos municípios mais carentes”, ressaltou o governador Ronaldo Caiado.

A Codevasf é ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional. Presente ao evento, o ministro Rogério Marinho afirmou que a abertura do escritório regional é “um gesto de reconhecimento e apoio ao trabalho que o governador Ronaldo Caiado tem feito”, chamando sua gestão de mudança de paradigma. O ministro frisou que Goiás tem sido uma fronteira do crescimento do País, e que tal região tão pujante precisa desse apoio para se desenvolver ainda mais, especialmente no agronegócio.

A atuação da Codevasf em Goiás abrange 136 municípios banhados pelos rios Araguaia e Tocantins. A partir de recursos destinados por emendas parlamentares, será possível revitalizar bacias hidrográficas, mitigar efeitos de estiagem, realizar obras e atender a demandas pontuais das cidades, tudo isso focado nas melhores condições de vida dos goianos. Segundo Caiado, essa ação vem ao encontro da política de seu governo. “Sabemos fazer o social e temos essa visão de uma maneira muito aflorada. Estamos priorizando as regiões mais carentes”, reforçou.

Primeiras ações
O ministro Rogério Marinho lembrou que, ainda no ano passado, a bancada goiana no Congresso Nacional se mobilizou durante a elaboração da peça orçamentária e destinou recursos para o início das atividades da Codevasf no Estado. “São mais de R$ 100 milhões disponíveis para serem aplicados em 2020”, disse. Tal verba será utilizada para a aquisição de maquinários, patrulhas mecanizadas, recuperação de bacias e em infraestrutura, como melhorias no saneamento básico.

Diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Moreira explicou que a área de atuação em Goiás corresponde a 55% do território estadual, onde vivem mais de dois milhões de pessoas. Ele fez uma previsão das primeiras ações do escritório regional: “Vamos iniciar, de forma imediata, várias obras de pavimentação, construção de pontes, mecanização de patrulhas agrícolas e apoio a projetos de revitalização, como é o caso do projeto Juntos Pelo Araguaia”.

Parlamentares goianos, como o senador Luiz do Carmo, prestigiaram o evento, definindo a data como um “marco para o desenvolvimento do Estado”. Representando os deputados presentes, José Mário Schreiner reafirmou que a bancada federal goiana está unida e é parceira na atuação da Codevasf em Goiás. “Não tenho dúvidas de que a população será muito favorecida”, salientou. Já o senador Vanderlan Cardoso opinou que tal novidade “representa mais emprego e mais renda com sustentabilidade para os municípios goianos”.

Em nome de todos os municípios que serão beneficiados com a instalação do escritório, o prefeito de Paraúna, Paulo José Martins, disse que o ato representa abertura para novos projetos e novos caminhos. E convocou os prefeitos a seguirem o exemplo de Caiado, de fazer mais com menos. “Se colocarmos a nossa responsabilidade, a nossa seriedade, a nossa cultura de fazer certo, Goiás tem jeito, nosso município tem jeito e o Brasil tem jeito”, comentou.

Participaram da solenidade o vice-governador Lincoln Tejota; os secretários de Estado Antônio Carlos Neto (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Bruno D’Abadia (Administração), Fábio Cammarota (Governadoria), Andréa Vulcanis (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), coronel Luiz Carlos de Alencar (Casa Militar); o comandante do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos; diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Wellington Urzêda; os diretores da Codevasf Sérgio Luiz Costa e Fábio Miranda; o senador Eduardo Gomes, do Tocantins; os deputados federais Francisco Júnior, João Campos e Flávia Morais; o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, conselheiro Joaquim de Castro; o vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Paulo Afonso; o presidente da Fecomércio, Marcelo Baiocchi; o presidente da Sifaeg/Sifaçúcar, André Luiz Baptista Lins Rocha; a superintendente da Funasa em Goiás, Karlus Heduardo Martins; ex-deputados Euler Morais e Simeyzon Silveira; os reitores Edward Madureira (UFG) e Valter Campos (UEG).

Também compareceram ao evento os presidentes da Agrodefesa, José Essado; da Goinfra, Pedro Sales; da Goiás Parcerias, Enio Caiado; da Ceasa, Vanuza Valadares; e PróLiquidação, Edson Sales; as vereadoras Priscila Tejota e Sabrina Garcêz; e os prefeitos goianos: Ana Paula Soares (Buritinópolis), Geraldo Neto (Cachoeira de Goiás), Arivart Alves (Campo Limpo), Josemar Freira (Cavalcante), Murilo César da Silva (Córrego do Ouro), Wilson Tavares (Gameleira), Selma Bastos (Goiás), Osvaldo Moreira Vaz (Hidrolina), Carlos Roberto da Silva (Itaberaí), Eurípedes Potenciano (Itaguaru), Zelia Camelo (Itapirapuã), Zilomar Antônio (Jaraguá), Wilson Santos (Jussara), Cláudia Valéria (Matrinchã), Ademir Guerreiro (Montividiu), Cássio Moreira (Mossâmedes), Pedro Fernandes (Porangatu), Frederico Vidigal (Rialma), José Luiz Fernandes (Rubiataba), Tainá Salgueiro (Santa Rita do Araguaia), Leila César (Santa Rosa), Azaíde Borges (São Miguel do Araguaia), Ademar Antônio da Silva (Simolândia), Josaquim Miranda (Teresina) e Issy Quinan Júnior (Vianópolis).