Foto: Júnior Guimarães

Ao lado de Bolsonaro, Caiado visita Hcamp de Águas Lindas e cita alívio para saúde no Entorno

Em visita institucional e técnica às obras do hospital, governador destacou parceria com a prefeitura municipal e com o Ministério da Saúde no combate à Covid-19

A convite do presidente Jair Bolsonaro, o governador Ronaldo Caiado realizou, na manhã deste sábado (11/4), uma visita técnica ao canteiro de obras onde está sendo construído o Hospital de Campanha (Hcamp) modular de Águas Lindas (GO), na região do Entorno do Distrito Federal. Acompanhados dos ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), pelo vice-governador Lincoln Tejota, e pelo presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira, além do secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, Bolsonaro e Caiado conheceram a estrutura do local, que será a primeira construída pelo Governo Federal em todo o País.

Durante a visita, que durou cerca de meia hora, o governador destacou a importância do hospital para a região. “Vamos também agradecer e dizer da importância do Hospital de Campanha, aqui na cidade de Águas Lindas, hospital que será montado de forma extremamente ágil, rápida. Em mais 12 dias estará entregue, graças à parceria entre governos e prefeitura. Teremos aqui 200 leitos para atender todas as pessoas da região, e para que todo goiano, ou que mora no Estado de Goiás, tenha condição de receber o atendimento digno, caso venha a contrair coronavírus e venha a ter problemas respiratórios”, destacou.

Caiado falou também do alívio que a construção do Hcamp de Águas Lindas trará para a área da saúde em toda a região. Além disso, agradeceu o Governo Federal pelas ações realizadas. “Isto trouxe para nós um alívio enorme, já que esta região é muito desassistida de todo e qualquer apoio do ponto de vista hospitalar. Hoje, agradeço ao presidente, ao ministro da Saúde, ao ministro dos Transportes, como também a toda estrutura da prefeitura de Águas Lindas, que se posicionou imediatamente para nos auxiliar com o terreno e toda essa área aqui, muito bem articulada e bem montada, para que atendêssemos os pacientes”, agradeceu.

Já o prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango, elogiou a atuação do governador frente à pandemia em Goiás. “Governador, fico muito feliz com o senhor; com o vice-governador Lincoln Tejota.; com o presidente da Assembleia Lissauer; secretário da Saúde, Ismael Alexandrino; que olhou com esse olhar diferenciado. Como médico, o senhor tem feito um trabalho brilhante e enérgico para combater esse mal que assusta nós de Águas Lindas e o mundo inteiro”, reiterou.

Estruturado por uma força-tarefa entre três entes federativos – Governo do Estado, Governo Federal e a Prefeitura da cidade, o local contará com 200 leitos para atendimento de casos de contaminação da Covid-19, todos eles com capacidade para receber casos graves da doença.

À prefeitura de Águas Lindas coube fazer a terraplanagem do local e realizar a estruturação necessária para o erguimento da estrutura. Já o Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, está provendo a construção da estrutura física do hospital, que terá respaldo técnico e equipamentos adquiridos pelo Ministério da Saúde. O Estado, por sua vez, ficará responsável pela gestão do hospital e todo o seu funcionamento, pelo custeio mensal e pela colocação da mão-de-obra.

A previsão é que o Hcamp já esteja pronto para atender a população de Águas Lindas e região do Entorno em até 12 dias. O terreno tem 10 mil metros quadrados e conta com instalações de gás, água, energia e esgoto.

O hospital terá 200 leitos adaptáveis para unidades de tratamento semi-intensivas, com tubulação e suporte para respiradores. A área construída será de 115×30 metros, além de uma área de 20×75 metros de suporte, com refeitório e alojamento para os profissionais de saúde.

Modelo para Manaus

Em entrevista concedida após a visita, o ministro Saúde, revelou que o Hcamp de Águas Lindas será modelo para a construção do próximo Hospital de Campanha do País. “Servirá de modelo e de parâmetro para construirmos um em Manaus, que já está entrando em colapso. Amanhã mesmo já darei a ordem para iniciar a construção deste de lá”, explicou Mandetta.

Segundo ele, toda a experiência adquirida com a construção do Hcamp no Entorno servirá para os próximos. “Aqui, consigo medir tudo: entre eu dar a ordem, a firma vir, escolher terreno, montar a infraestrutura e me entregar, quanto tempo leva e quanto custa. Parafuso por parafuso. Esse será o piloto dos federais”, disse.

Além do Hcamp de Águas Lindas, outros dois hospitais formarão a base da rede pública de assistência de Saúde no combate à pandemia do Coronavírus na região do Entorno do Distrito Federal. Um deles ficará na região sul do Entorno, mais especificamente em Luziânia. O outro está localizado na região norte do Entorno, em Formosa, onde o hospital municipal será estadualizado nos próximos dias.

Ismael destacou a segurança em relação à Saúde que a região terá com estes três hospitais. “Na última quarta-feira, a Assembleia aprovou a estadualização destes dois hospitais que, juntos com este de Águas Lindas, trarão grande segurança para que a população da região seja bem assistida até atravessarmos esse período”, avaliou.

Goiás segue sob decreto de isolamento social assinado pelo governador Ronaldo Caiado até o dia 19 de abril, quando uma série de protocolos que já estão sendo estudados pelo Governo do Estado definirão quais medidas deverão ser adotadas, seja em relação a possíveis flexibilizações seja em relação à manutenção das atuais determinações.