WhatsApp Image 2020-03-30 at 20.06.29

Norte-Sul: Governador destaca investimentos do setor produtivo no terminal ferroviário de São Simão

“Teremos uma transformação em todo o processo logístico”, diz Caiado, ressaltando avanços apresentados pelo setor agropecuário, que apresentou aumento de 1,9% no PIB, apesar da pandemia, e será beneficiado com essa operação

O governador Ronaldo Caiado anunciou, nesta sexta-feira, 29, durante live diária transmitida pelos veículos da Agência Brasil Central (ABC) e parceiros, que a empresa Rumo, que detém a concessão da Ferrovia Norte/Sul, firmou parceria com o Grupo Caramuru, para investimento no terminal ferroviário de São Simão, cidade do Sudoeste Goiano. Conforme o secretário de Agricultura Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos Neto, que participou da transmissão ao lado do governador, o Grupo Caramuru teve sua aprovação junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e trabalhará em colaboração com a Rumo.

“É importante esse processo, o governo tem se empenhado em prover, no que nos compete, a melhoria da logística em Goiás. É motivo de comemoração, por essa transformação que teremos em todo o processo logístico. Com certeza, o setor agropecuário será beneficiado em toda essa operação”, ressaltou Caiado, reconhecendo os esforços do Governo Federal para a realização do leilão de trecho da Ferrovia Norte-Sul, pondo fim a um imbróglio que se arrastava por muitos anos. “Temos que agradecer o presidente Jair Bolsonaro e o Tarcísio Gomes, ministro da Infraestrutura, que, em nove meses de governo, privatizaram a Norte/Sul”, afirmou.

O governador citou que, além da malha ferroviária, que irá destravar a logística goiana, o Governo de Goiás também trabalha na reconstrução da malha rodoviária. “Nós temos trabalhado muito para tentar conseguir a reconstrução das estradas. Não é recapeando, é reconstruindo”, frisou Caiado. Segundo ele, as obras serão altamente fiscalizadas para garantir a idoneidade dos processos e a qualidade do padrão asfáltico. “O nosso padrão é diferente. É um padrão de rodovias federais. As coisas mudaram, o perfil e a maneira como a obra é feita”, ressaltou.

Crescimento do PIB

Em seguida, o titular da Seapa comentou os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira, que apontam crescimento de 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária no primeiro trimestre de 2020. O dado é relacionado ao mesmo período de 2019. Quando comparado ao quarto trimestre do ano passado, o PIB da agropecuária cresceu 0,6%, mesmo diante da crise gerada pelo novo coronavírus e das medidas de isolamento social. “Demonstrando no Estado de Goiás toda a força motriz e a oportunidade de desenvolver a economia com segurança, principalmente nesse momento de pandemia”, declarou Antônio Carlos.

Diante dos resultados positivos apresentados pelo secretário, o governador enalteceu a produção agropecuária goiana que, ressaltou, “é a coluna vertebral que sustenta o Estado, gerando empregos, renda e arrecadação”. Caiado parabenizou o trabalho desenvolvido pela Seapa, que tem dado apoio, oferecido novas tecnologias e criado programas de incentivo e de acompanhamento do setor. “Goiás bate mais um recorde em produção, é hoje o terceiro lugar. Tudo é tecnologia, tudo é pesquisa, tudo é orientação da secretaria”, elogiou o governador.

Referência internacional

Outro assunto citado durante a live foi o destaque da “Feira Segura” na publicação realizada pela Associação Norte-Americana de Funcionários de Transportes das Cidades (Nacto, da sigla em inglês), que reúne agências de trânsito e transporte das 84 maiores cidades da América do Norte. O documento, publicado no dia 21 de maio, aponta as iniciativas e soluções para a melhoria das cidades durante a pandemia.

De acordo com o secretário, o projeto contou com a sensibilidade do Governo de Goiás e das entidades que representam os segmentos da agricultura para o estabelecimento de protocolos de segurança que pudessem viabilizar a Feira Segura. “Fizemos um projeto piloto e essa iniciativa tornou-se referenciada a outros estados do País, e nós tivemos um reconhecimento surpreso e muito grato de que Goiás foi aclamado como referência brasileira”, reiterou Antônio Carlos. Da mesma forma, o governador celebrou a publicação: “É um elogio enorme para nós a Feira Segura ser referência internacional”.

Tecnologia e geração de empregos

Em relação à tecnologia ligada ao agro, o secretário destacou as plataformas elaboradas pela Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa): o Sistema de Defesa Agropecuária de Goiás (Sidago), que faz o controle e identificação dos rebanhos de bovinos e bubalinos; e o Manual Web Service do Sistema de Inteligência e Gestão Estadual de Agrotóxicos (Sigea), para a garantia de alimentos seguros aos goianos. Além da Radiografia do Agro, que é um estudo com avaliação da agropecuária em Goiás para melhor identificação do cenário e auxiliar na tomada de decisões mais assertivas.