Foto: Wesley Costa

“Nunca se viu nada parecido em Goiás nestes últimos 30 anos”, diz Caiado sobre obras no sistema de abastecimento de Anápolis

Governador vistoria intervenções no Centro de Reservação da Saneago, no bairro Jardim América. Ao todo, R$ 11 milhões são aplicados em melhorias de curto prazo no município. “Temos resultados importantes para esse ano, e mais investimentos em água e tratamento de esgoto com licitações em andamento”, destaca presidente da companhia, Ricardo Soavinski

O governador Ronaldo Caiado vistoriou obras no Centro de Reservação da Companhia de Saneamento de Goiás S/A (Saneago), localizado no bairro Jardim América, durante agenda em Anápolis, nesta quinta-feira (22/10). “Nunca se viu nada parecido em Goiás nestes últimos 30 anos”, comentou sobre o cronograma de entregas da empresa no município. As intervenções garantirão melhorias no sistema local de abastecimento de água, um problema antigo que a atual gestão trabalha para resolver.

Ao lado da coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado, o governador lembrou a transformação da empresa nos últimos 21 meses. Nesse período, relatou, foi possível restabelecer a confiança dos goianos na Saneago, a partir da mudança de gestão focada no planejamento, transparência e resultados.

“Temos hoje uma Saneago resgatada, que é referência nacional e que a população reconhece o trabalho”, frisou Caiado. “É uma empresa que respeita o cidadão e, ao mesmo tempo, presta o serviço que é de sua responsabilidade”, completou.

Ao todo, o investimento da Saneago em obras de curtíssimo prazo em Anápolis é de R$ 11 milhões. Parte desses recursos permitirá a ampliação da capacidade dos reservatórios do Centro de Reservação Jardim América em 2 milhões de litros. O presidente da companhia, Ricardo Soavinski, informou que essas intervenções beneficiarão diretamente 52 mil moradores da região Central com mais segurança hídrica e regularidade de abastecimento.

Ele acrescentou que as melhorias também viabilizarão o bombeamento de água para reservatórios localizados nos bairros Arco Verde, Bairro de Lourdes, Santo André, Vila Formosa e Vila Mariana. A conclusão dos serviços está prevista para o próximo mês. “Estamos com um conjunto de obras emergenciais muito bom, já temos resultados importantes para esse ano, e mais investimentos em água e tratamento de esgoto com licitações em andamento”, destacou Soavinski.

No planejamento definido pela Saneago há 19 poços profundos perfurados para entrar em funcionamento de forma gradativa. A estratégia possibilita o fornecimento de 128 litros de água por segundo, conforme a demanda de consumo da população.

A totalidade de recursos aplicados em obras de curto prazo inclui, ainda, a implantação de 33 quilômetros de adutoras para interligação dos poços aos reservatórios. A construção de uma adutora de reforço para o Reservatório Vila dos Oficiais possibilitou a integração entre os sistemas Daia e Piancó.

Os investimentos em Anápolis ainda contemplam a ampliação das redes de esgoto. Ao término do conjunto de obras, o índice de atendimento será ampliado de 78,2% para 86,8% da população do município beneficiada com esgotamento sanitário.

Comprometido em atingir a universalização dos serviços de água e esgoto no município, o Governo de Goiás assinou, em fevereiro deste ano, contrato de renovação com a Prefeitura de Anápolis por mais 30 anos. Os investimentos somam R$ 520 milhões, no total.

Antes dos primeiros compromissos em Anápolis, o governador visitou a Escola Estadual Maria Aparecida Alves, onde foi recepcionado com um cartaz de agradecimento pelos mais de R$ 7 milhões destinados à Coordenação Regional da Educação (CRE) de Anápolis, que viabilizam reformas e ampliações das unidades de ensino.

Também acompanharam Caiado na visita às obras os diretores da Saneago Ricardo Correia (Expansão) e Mauro Lessa (Produção), o gerente da companhia em Anápolis, Davi José de Araújo Filho, além da diretora-geral da OVG, Adryanna Caiado, o secretário de Estado da Administração, Bruno D’Abadia, o ex-presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Eurípedes José do Carmo, e os deputados estaduais Coronel Adailton e Cairo Salim.