Foto: Wesley Costa

Caiado dá posse a José Vitti, novo titular da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços

“Está em suas mãos a continuidade de uma política que é a mais desafiadora da atualidade, gerar empregos”, afirma governador durante solenidade. Agropecuarista e empresário do ramo de calcário, ex-deputado cita “grande desafio de vida”

O governador Ronaldo Caiado deu posse ao novo titular da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), José Vitti, em solenidade realizada no Palácio das Esmeraldas, nesta terça-feira (26/01). Ao ressaltar a trajetória do ex-deputado estadual, ele citou como características do gestor “garra, determinação e capacidade de mostrar resultados para a população”. Também abordou os desafios que terá pela frente. “Está em suas mãos a continuidade de uma política que é a mais desafiadora da atualidade, gerar empregos. É o maior problema social do mundo, temos que priorizar”, pontuou.

O secretário empossado é agropecuarista e empresário do ramo de calcário. Ele assume a pasta responsável pelas políticas estaduais voltadas para o desenvolvimento do turismo, atração de investimentos nacionais e internacionais, comércio exterior, administração dos distritos agroindustriais, acompanhamento dos programas de financiamento junto ao setor produtivo do Centro-Oeste e diretrizes de planejamento do setor de mineração, entre outras atribuições.

Caiado falou sobre o “potencial político” e a “liderança empresarial” de Vitti e, diante do histórico como parlamentar, reiterou a importância de transitar entre os Poderes. “É fundamental o exercício do Executivo, que requer uma dedicação em tempo integral”, afirmou.

Durante o discurso, o governador disse que a SIC foi instituída em seu mandato e agradeceu aos ex-secretários Adonídio Neto e Wilder Morais. Ele enalteceu a competência dos antecessores ao mencionar a quantidade de empresas atraídas para Goiás nos últimos dois anos: 200, no total.

Para Caiado, a interação entre as pastas de governo é uma prerrogativa da atual gestão. “As secretarias devem interagir e tomar decisões com o objetivo único de atender às demandas da população, romper desigualdades regionais e criar empregos”, norteou.

O direcionamento, segundo o governador, trouxe resultados para o Estado, que tem “trilhado o caminho certo” e posicionado Goiás em primeiro lugar no Brasil em produção industrial. “São 200 empresas em dois anos, quando batemos todos os outros governos em períodos de quatro anos”, comparou. Para Caiado, o dado mostra que empresários e população reconhecem o trabalho realizado com transparência, igualdade e oportunidade para as pessoas.

Desafios
O novo titular da pasta, José Vitti, afirmou que recebeu o convite do governador “com uma honra muito grande” e, ao mesmo tempo, como um “grande desafio de vida”. Ao mencionar seu histórico enquanto legislador, compartilhou o pensamento de Caiado sobre exercer funções no Executivo. É a “realização de um grande sonho”, disse.

“O senhor [Caiado] me representa enquanto goiano, é uma referência para mim enquanto político”, afirmou Vitti. Ao assumir o cargo citou “honra muito grande e, principalmente, uma responsabilidade ainda maior”. Ele destacou a qualificação da equipe da SIC pelo “trabalho de ponta e de resultados” e reforçou a parceria com o ex-secretário Adonídio Neto desde os tempos da transição do governo. “Estou chegando a um time vitorioso. Quero somar”, declarou.

A mudança de titular foi formalizada com a assinatura do termo de posse pelo governador, pelo presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira, e pelo novo secretário. Antes de deixar o cargo, Adonídio Neto, servidor de carreira do Estado, assinalou que fechou um ciclo e “sai de cabeça erguida”. “Espero ter representado os mais de 100 mil servidores públicos do Estado de Goiás e o esforço de cada um”, disse, ao recordar os desafios impostos pela sincronia do início da sua gestão com a pandemia.

Histórico
José Vitti tem 44 anos e foi deputado estadual por dois mandatos consecutivos (2010 e 2014). Nesse período, ocupou o cargo de presidente da Assembleia Legislativa de Goiás no biênio 2017/2018. Durante a atuação como parlamentar, ele integrou as comissões de Constituição e Justiça; e Mista; presidiu as de Minas e Energia, de Finanças, Tributação e Orçamento.

Atualmente, é presidente do Sindicato das Indústrias de Calcário, Cal e Derivados do Estado de Goiás, Tocantins e Distrito Federal (Sincal), cargo que assumiu em 2006. Ele compõe, ainda, o corpo diretivo da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg). Também é presidente do Conselho Fiscal da Associação Brasileira dos Produtores de Calcário Agrícola (Abracal).

Estiveram presentes na solenidade o vice-governador de Goiás, Lincoln Tejota; o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira; o presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, desembargador Walter Carlos Lemes; o defensor público geral do Estado, Domilson Rabelo; o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, conselheiro Joaquim de Castro; os secretários de Estado Cristiane Schmidt (Economia), Cesar Moura (Retomada), Adriano da Rocha Lima (Geral da Governadoria), Antônio Carlos Neto (Agricultura) e Tony Carlo (Comunicação).

Também compareceram o chefe do gabinete particular da governadoria, Alex Godinho; os presidentes Diego Soares (Goiás Parcerias), Rivael Aguiar (GoiásFomento), Fabrício Amaral (Goiás Turismo), Euclides Barbo (Junta Comercial do Estado de Goiás); a diretora geral da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Caiado, o assessor especial da governadoria, Lívio Luciano; e o vereador por Goiânia Thialu Guiotti.