Foto: Lucas Diener

Com homologação Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Governo do Estado entrega Aeródromo de Santa Helena de Goiás

Parceria entre governo estadual e prefeitura do município possibilita retomada das obras do modal, que estavam paradas há 10 anos. Presidente da Goinfra, Pedro Sales destaca que estrutura será atrativo para novos investimentos na região. “Tudo isso para dar condições de desenvolver ainda mais o Estado”, diz governador Ronaldo Caiado

Graças ao esforço do Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), o Aeródromo de Santa Helena de Goiás, na região Sudoeste do Estado, recebeu a homologação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o que garantiu definitivamente a abertura ao tráfego aéreo. O primeiro pouso no modal foi realizado nesta quinta-feira (21/01).

“Tem uma estrutura aeroportuária de primeira categoria”, afirmou o presidente da Goinfra, Pedro Sales, durante a entrega do aeródromo. Ele destacou que o local será um atrativo para novos investimentos na região. “Vai dar melhores condições de vida para a população do município”, acrescentou.

As obras de adequação do aeródromo ficaram interrompidas por cerca de 10 anos. Por determinação do governador Ronaldo Caiado, os serviços foram retomados em parceria com a Prefeitura de Santa Helena de Goiás.

“O governador não poupa esforços porque sabe que essa é uma região de extrema importância, marcante pelo seu desenvolvimento, riquezas e geração de empregos”, ressaltou Pedro Sales.

Em vídeo gravado e reproduzido na solenidade, Caiado ponderou que a estrutura entregue é uma das melhores obras do Sudoste goiano. “Tudo isso para dar condições de desenvolver ainda mais o Estado”, disse. Ele ainda garantiu que, na atual gestão, o dinheiro público é respeitado. “Nós concluímos as obras com o valor compatível, com aquilo que é correto e, ao mesmo tempo, de forma a gerar mais riquezas”, completou.

Prefeito de Santa Helena, João Alberto Rodrigues, lembrou que o aeroporto foi inaugurado ainda em 2010, no final da gestão do ex-governador Alcides Rodrigues, e que faltava apenas a tramitação burocrática para o início das operações. Ele disse que, por intransigências políticas da última gestão do governo estadual, os processos ficaram parados e a “estrutura, que era uma das esperanças e motivo de alegria do município, se transformou em preocupação e tristeza”.

Benfeitorias
O acordo firmado em 2020 entre governo e prefeitura garantiu a verba necessária para a conclusão das obras. O local recebeu adequação do terminal de passageiros, sistema de auxílios luminosos (balizamento noturno), revitalização da sinalização horizontal e vertical da pista de pouso e pátio de aeronaves, conclusão das cercas e de alambrados. O espaço possui pista asfaltada com 1,4 mil metros de extensão, além de amplo pátio de aeronaves.

A autorização da Anac permite ao aeroporto de Santa Helena a realização de operações diurna e noturna de aeronaves de pequeno e médio portes, incluindo a possibilidade de pousos e decolagens de aviões de linhas aéreas regionais.

O gerente de Aeródromos da Goinfra, Paulo Lemes, informou que a unidade passa a ser a sexta com estrutura para funcionar 24 horas no Estado. “Foi promessa de campanha do governador Ronaldo Caiado”, sublinhou. Ele explicou que só na atual gestão foram entregues quatro unidades nestas condições. “Vamos terminar 2021 com pelo menos 10 em funcionamento de dia e de noite”, garantiu.

A retomada das negociações para a entrega oficial do aeródromo, segundo o prefeito, só foi possível na atual gestão. “Hoje trazemos esse aeroporto de uma forma plena e desembaraçada, pronto para receber operações. Ele vai permitir a chegada de pessoas que querem investir seu capital na região”, assinalou.

Presente na solenidade, o deputado estadual Álvaro Rodrigues reafirmou que a estrutura será um chamariz para novos investimentos para o Sudeste goiano. “Esse aeroporto não vai atender só Santa Helena. Ele vai atender uma das regiões mais ricas de Goiás”, defendeu. O parlamentar também reconheceu o esforço do governador Ronaldo Caiado para retomar as ações de desenvolvimento do Estado. “Mesmo com tanta dificuldade, ele está fazendo tudo para que tenhamos qualidade de vida”, pontuou.

A Goinfra colocou, no último ano, 13 aeroportos em operação. São eles: Aragarças, Aruanã, Campos Belos, Ceres, Mozarlândia, Niquelândia, Palmeiras de Goiás, Pirenópolis, Porangatu, Posse, Quirinópolis, São Miguel do Araguaia e Uruaçu. Outras unidades seguem em processo de homologação e reabertura.

Também participaram da inauguração o prefeito de Santo Antônio da Barra, José Cândido; o prefeito de Acreúna, Claudionor Portugal; e o assessor parlamentar Ney Nogueira, que representou o deputado federal Alcides Rodrigues.

Rodovias
Depois de inaugurar o aeródromo de Santa Helena, o presidente da Goinfra, Pedro Sales, visitou a obra de recuperação de quatro quilômetros da GO-210, que liga o distrito de Venda Seca, no município de Goiatuba, à Porteirão, no Sudoeste do Estado. Ele ainda lembrou que o Governo de Goiás tem outras obras importantes na região e, que a pedido do governador, a agência trabalha para recuperar toda a malha viária do Sudoeste.