Foto: Cristiano Borges

Único governador médico do Brasil, Caiado aplica primeira vacina em Goiás

Ex-gari Maria Conceição da Silva, de 73 anos, cega de um olho e moradora de abrigo de idosos, em Anápolis, recebe imunização. “É um dia histórico e de muita esperança”, destaca Caiado. Ao todo, nessa primeira remessa, Estado recebe 183 mil doses da CoronaVac para população de até 91 mil pessoas

“Sou o único governador que pode vacinar”, afirmou o governador Ronaldo Caiado após aplicar a primeira dose em Goiás da vacina CoronaVac, contra Covid-19, na ex-doméstica e ex-gari Maria Conceição da Silva, de 73 anos. A aplicação foi realizada na tarde desta segunda-feira (18/01), na Unidade Básica de Saúde do Jardim Leblon, em Anápolis. Hipertensa, Maria tem seis filhos, é cega de um olho e hoje vive no Abrigo dos Velhos Professor Nicéphoro Pereira da Silva. “É um dia histórico e de muita esperança”, destacou o governador. Nessa primeira remessa, Estado recebeu 183 mil doses para imunizar uma população de até 91 mil goianos.

Vacinada pelas mãos do próprio Caiado, o único governador médico do Brasil, Maria agradeceu a oportunidade, mas espera que em breve todos os goianos possam ser imunizados. “Eu estava ansiosa para dar força a todas e a todos que precisam salvar a vida. Desejo que outras pessoas também tenham a vacina. Não basta só eu vacinar, tem que ser todos”, disse.

Inicialmente, serão vacinadas idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência, população indígena aldeada, e trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente de combate à Covid-19. A primeira dose foi aplicada em Anápolis como sinal de gratidão ao município que recebeu os brasileiros repatriados de Wuhan, na China, quando iniciaram os primeiros casos de Covid-19 no mundo. “Naquele momento, todos os Estados se encolheram, e Anápolis teve um gesto que foi reconhecido nacionalmente. O que cabe a mim neste momento, como governador, é retribuir esse gesto, é fazer com que a primeira dose seja aplicada em Anápolis”, reforçou Caiado.

“Todas as 18 regionais [de saúde] recebem as vacinas de forma igualitária”, informou o governador. Os municípios de Posse e Campos Belos receberam doses transportadas por avião. As demais cidades goianas têm sua parte da vacina encaminhada por via terrestre.

Para o secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, a vacinação é mais um passo no combate à pandemia, mas destacou que ainda não é momento de descuidar dos protocolos sanitários. “Começar agora é um passo importantíssimo, de esperança, que nos dá mais energia para enfrentar o coronavírus. Mas a pandemia não acabou, o uso da máscara ainda é necessário, os cuidados e o distanciamento entre as pessoas também”, defendeu.

A união de esforços entre Estado e município foi reconhecida pelo prefeito de Anápolis, Roberto Naves, que elogiou o carinho do governador por sua cidade natal. “A relação que nós temos é respeitosa, que estabelece parcerias. Isso tudo mostra o comprometimento e a forma como a gente trabalha.”