Foto: Wesley Costa

Governo de Goiás libera R$ 28 milhões para prefeituras e se torna líder nacional no repasse de recursos para assistência social dos municípios, destaca Caiado em live

Ao lado da secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Vânia, governador informa que dinheiro já foi depositado na conta das prefeituras. Estado está à frente de São Paulo e das outras unidades federativas no amparo aos municípios. Gestores terão liberdade para definir aplicação da verba de acordo com impactos causados pela pandemia de Covid-19

“Goiás hoje é referência nacional como o Estado que teve condições, nesse momento, de passar o maior volume de recursos para os municípios na área social”, disse o governador Ronaldo Caiado ao anunciar a liberação de R$ 28 milhões para 237 prefeituras, nesta sexta-feira (19/03). Junto à secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Vânia, ele informou que o dinheiro para as ações socioassistenciais já foi depositado na conta dos Executivos locais. O anúncio foi feito no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, com a participação, por videoconferência, de prefeitos e prefeitas, secretários municipais de Assistência Social, deputados e senadores. A presença foi recorde, chegando a ter cerca de 1,7 mil pessoas conectadas.

“Goiás é o Estado que leva para os municípios, na área de assistência social, os benefícios eventuais com maior volume de recursos no Brasil; superamos São Paulo”, afirmou Lúcia Vânia em seu último dia à frente da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds). Ela comemorou a quantia destinada e a liberdade que Caiado concede aos prefeitos e prefeitas de determinar a aplicação em cada município.

“Neste momento grave que vivemos, ninguém melhor do que eles para fazer esse dinheiro chegar a quem realmente precisa”, apontou Lúcia Vânia. Anteriormente, os recursos estaduais só poderiam ser utilizados em programas específicos, que acabaram sendo extintos. Logo, o recurso ficou represado e não pôde ser utilizado.

A secretária explicou que o Governo de Goiás fez um imenso trabalho de adequação administrativa, com apoio de todos os poderes, para que a verba fosse liberada e passada diretamente aos municípios. “Apenas nove ainda não conseguiram apresentar a documentação. Os demais 237 estão aptos a pegar o dinheiro, que já está na conta, como determinou Ronaldo Caiado”, destacou Lúcia Vânia. Para a posterior prestação de contas, os gestores municipais terão todo o apoio e orientações da Seds a fim de manter a saúde fiscal da administração.

“No momento mais escuro da modernidade que estamos passando, chegamos e estendemos as mãos para os municípios e, principalmente, para as pessoas que mais precisam”, ressaltou o vice-governador Lincoln Tejota. Ele ainda destacou que “cuidar da vida das pessoas permeia todas as ações do Governo de Goiás”.

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, parabenizou o governo e a constante parceria de trabalho com a administração municipal. “Tenho certeza, governador, de que juntos faremos o melhor pela nossa população e cuidaremos de vidas”, disse.

À frente da Federação Goiana de Municípios (FGM), o prefeito José de Sousa Cunha acrescentou que os recursos serão de enorme importância para os municípios atravessarem a pandemia de Covid-19. “Sabemos das ações que o senhor tem feito, os enfrentamentos de colocar ajuda para que possamos passar essa fase”, assinalou.

Também presente na videoconferência, a deputada federal Flavia Morais elogiou a atuação do governador em descentralizar recursos para os municípios, sem distinções partidárias. “O senhor se mostra, claramente, como um governador republicano que respeita todas as forças políticas, dando atenção especial à assistência social”, reconheceu.

Já o líder do governo na Assembleia Legislativa de Goiás, Bruno Peixoto, ressaltou a maneira com que Caiado lida com os prefeitos do Estado. “O senhor atende a todos de maneira igualitária. Antes, se fazia propaganda. Agora, vemos a atuação em todas as regiões e prefeitos recebendo o que é de direito”, pontuou.