Foto: Júnior Guimarães

Em Americano do Brasil, Gracinha Caiado participa da aula inaugural de projeto voltado para alfabetização e entrega cartões de auxílio alimentação

Ao todo, 35 adultos e idosos, divididos em sete turmas, vão aprender a ler e a escrever. “Educação garante independência e dignidade às famílias”, destaca primeira-dama, que também entrega benefícios a alunos de cursos de capacitação

A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado esteve, nesta segunda-feira (17/5), em Americano do Brasil para mais entregas do programa Goiás Social — que será apresentado em breve pelo governo Ronaldo Caiado. Gracinha participou da aula inaugural do projeto Alfabetização e Família, da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e fez a entrega de cartões da GoiásFomento, que serão utilizados para custear alimentação para os alunos dos cursos de capacitação das Secretarias de Estado da Retomada (SER) e Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

Na Escola Municipal Ovídio José Alves, foi realizado o lançamento do projeto Alfabetização e Família em Americano do Brasil, direcionado a jovens, adultos e idosos, com objetivo de incluí-los socialmente e permitir a construção da cidadania por meio da educação. O grupo iniciado nesta segunda-feira conta com 35 alunos, divididos em cinco estudantes por turma. A meta do programa é alfabetizar as pessoas para que elas tenham condições de iniciar os cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e, desta forma, concluir os estudos.

“Toda a mudança na vida de uma pessoa se inicia na educação. A educação que traz independência e dignidade às famílias e essa é a prioridade do governo Ronaldo Caiado”, afirmou Gracinha Caiado, ao declarar que o objetivo do Governo de Goiás é atender o cidadão de todas as regiões do Estado. “O papel do Governo é garantir que as pessoas possam melhorar suas vidas. Todos aqui querem estudar e poder trabalhar, por isso, o Goiás Social vem para garantir que os goianos aprendam uma nova profissão e possam produzir seu sustento”, reforçou.

Ao citar a entrega de uniformes aos alunos, a secretária de Educação, Fátima Gavioli, enfatizou: “Se isso não é governar de forma séria, eu não sei o que é governar. Se isso não é pensar no seu povo, então, não sei o que é ser um bom governador.” Aos estudantes que iniciam o curso de alfabetização, Fátima ainda declarou que “nunca é tarde para recomeçar. Nunca é tarde para aprender. Nunca é tarde para se tornar protagonista de sua própria história”.

Agradecido com o montante de benefícios levados à população, o prefeito de Americano do Brasil, Moretson da Silva Borges, ressaltou a importância dos avanços ocorridos na cidade. “De pouco a pouco vamos fazendo mudanças. Se depender da primeira-dama, tudo já está acontecendo e será feito. Que a senhora continue sendo companheira dos goianos”, afirmou.

Cartão da GoiásFomento

O cartão com recursos para custear a alimentação dos alunos é uma ação que integra o programa Goiás Social, coordenado pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS), e desenvolvido por determinação do governador Ronaldo Caiado. O benefício, no valor de R$ 250, foi entregue a 30 alunos que concluíram o curso de capacitação e qualificação que a Secretaria da Retomada ofereceu no município por meio do Colégio Tecnológico do Estado de Goiás (Cotec).

O valor só pode ser gasto no município, em estabelecimentos já previamente cadastrados. A Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento) é quem vai operacionalizar o cartão.

Os recursos para o benefício são frutos de contrapartida social de empresa contratante do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). No caso dos cartões já entregues em Americano do Brasil, o montante foi doado pela Geolab.

Para receber o benefício é necessário concluir curso de capacitação profissional do Governo de Goiás e estar dentro dos critérios de vulnerabilidade social, conforme o Índice Multidimensional de Carência da Famílias Goianas (IMCF). Instituído em 2019, o índice é calculado pelo Instituto Mauro Borges (IMB) a partir de dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) .

Durante a entrega dos cartões, o secretário de Estado da Retomada, César Moura, comentou que as parcerias dentro do Governo de Goiás são possíveis em virtude da integração das secretarias. Em Americano do Brasil, por exemplo, por meio do Programa Goiás Social, a população recebeu apoio para a realização de cursos de qualificação, iniciativas de reformas de residências por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), além de doações de alimentos.

O diretor de Operações da GoiásFomento, José Alves, destacou que o programa vai além de uma transferência de renda, mas dá dignidade às famílias. “É cuidar do bem-estar das famílias goianas. Com apoio e capacitação, as pessoas sairão da dependência, promovendo o próprio sustento e de sua família”, sublinhou.

Dentro do Goiás Social também está o programa de reforma de residências. Sobre isso, o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Lucas Fernandes, destacou o pioneirismo de Goiás. “Programa social dessa envergadura, sem medo de errar, não existe em nenhum lugar do Brasil”, pontuou.

Também participaram do evento a primeira-dama de Americano do Brasil, Mara Regina; o vice-prefeito Luiz Carlos de Oliveira; a superintendente de Temáticas Especiais (Seduc), Núbia Rejane; o major Aparecido Alves de Oliveira da 17º Companhia Independente da Polícia Militar; o tenente Ricardo Silveira Duarte, do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CMTE); o vereador César do Adão; o coordenador Regional de Educação de Itaberaí, professor Vinicius Átila; a ex-vice-prefeita de Avelinópolis, Elieth Rodrigues; e o músico Narcízio.