Foto: André Saddi.

Governo de Goiás recebe 21ª remessa com 196 mil vacinas contra Covid-19

São 79.600 imunizantes da AstraZeneca destinados à aplicação da primeira dose e 116.500 para reforço. Goiás alcança 2.631.220 de unidades recebidas desde início da campanha, em janeiro deste ano. Novo carregamento, com 20 mil doses da Pfizer, está previsto para chegar já na madrugada desta quarta-feira (19/05). “Será possível avançar na vacinação, ampliando número de pessoas contempladas”, diz secretário de Saúde, Ismael Alexandrino

Mais 196.100 vacinas contra a Covid-19 chegaram a Goiás na madrugada desta terça-feira (18/05). Esta 21ª remessa enviada ao Governo do Estado é composta em sua totalidade por doses da AstraZeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Após o desembarque no Aeroporto Internacional de Goiânia, os imunizantes foram recebidos pelo secretário da Saúde, Ismael Alexandrino, na Central Estadual de Rede de Frio, também na capital, onde foram armazenados.

Deste novo lote, 116.500 vacinas da AstraZeneca deverão ser reservadas para aplicação do reforço em pessoas imunizadas, conforme orientação do Ministério da Saúde. Já as 79.600 restantes serão utilizadas para primeira dose e avanço da campanha nos municípios goianos com imunização do grupo das comorbidades, pessoas com síndrome de Down, além daquelas que se enquadram nas deficiências cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Com esse novo carregamento, Goiás atinge a marca de 2.631.220 de doses já recebidas desde o início da campanha, em janeiro deste ano. Após conferência da quantidade de imunizantes, o Estado inicia a distribuição das vacinas destinadas à primeira dose para todas as 18 Regionais de Saúde. Na sequência, os imunobiológicos serão repassados aos 246 municípios para que as prefeituras continuem com a aplicação em seus territórios.

Durante coletiva, Ismael Alexandrino informou que mais imunobiológicos são esperados na madrugada desta quarta-feira (19/05). “Deveremos receber mais um carregamento de 20 mil unidades da Pfizer, também de primeira dose. Ou seja, será possível avançar na vacinação, ampliando o número de pessoas contempladas”.

O titular da Secretaria de Estado da Saúde (SES) também informou que está marcada uma reunião no próximo dia 27 de maio, no Ministério da Saúde, para discutir a inclusão de professores como grupo prioritário. “Temos discutido quase diariamente com os técnicos do ministério. É uma demanda do governador Ronaldo Caiado, é uma demanda nossa, e isso é importante para que possamos voltar às aulas com segurança.”

Alerta
Sobre o aumento de casos e óbitos em Goiás, Ismael considerou a situação pontual, uma vez que é natural um acúmulo do final de semana em que os municípios lançam os dados no sistema, mas que as autoridades de Saúde permanecem em alerta.

“Já percebemos no país cinco Estados que estão subindo o número de internações, de casos”, alertou o secretário. “Isso nos deixa preocupados, sem alarde, mas também não ignorando esse movimento, que pode tanto desencadear um repique de segunda como também numa terceira onda”, ponderou.

De acordo com o levantamento realizado pela SES, referente à primeira dose, foram aplicadas 1.159.981 em todo o Estado. Em relação à segunda, foram vacinadas 576.890 pessoas. Esses dados são preliminares e coletados no Painel Covid-19, do Governo de Goiás.