Caiado defende renúncia da presidente Dilma

Entrevista senadfor caiado - slj 629O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), comentou a recente pesquisa CNT/MDA que divulgou números negativos históricos contra a presidente Dilma Rousseff e defendeu a renúncia como melhor saída para a crise institucional no país.”A pesquisa revela que nove em cada dez brasileiros não aprovam o governo. Não podemos mais ter medo de discutir medidas definitivas, como a renúncia de Dilma e a antecipação de novas eleições. É isso que se espera de uma estadista que pense no Brasil e não no projeto de seu partido. A sua renúncia seria o mínimo diante de resultados tão negativos”, afirmou Caiado em entrevista a jornalistas no salão azul do Senado.O balanço revelou que 77,7% dos entrevistados reprovam o Governo Dilma; 68,9% acham que ela é culpada pelo Petrolão, 67,9% também culpam Lula pelo escândalo; 66,9% não acreditam que Dilma vai superar a crise e 59,7% são favoráveis ao impeachment.”Esses números aliados à instabilidade econômica e ao agravamento das questões sociais são fatores determinantes para que um governante abra mão da sua posição e convoque novamente a população para ser ouvida. Estamos sob o risco de um agravamento da crise em proporções inimagináveis, levando inclusive a um processo de desobediência civil. A presidente não representa mais aquilo que a população deseja”, analisou.

Caiado sobre pesquisa CNT/MDA: Só vaidade pessoal mantém Dilma na Presidência

16857571075_dac9047a65_z (2)O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), comentou os números da recente pesquisa CNT/MDA que atestaram um resultado negativo histórico para o governo da presidente Dilma Rousseff. O senador também enfatizou a revelação do levantamento de uma grande aprovação da população em relação aos protestos contra o PT.

“Dilma não pode governar para apenas 10,8% da população que ainda aprova sua gestão. Não há mais como ter governabilidade quando 77.7% rejeitam o seu governo e 82,9% não acreditam que a presidente vai saber lidar com a crise institucional. Se houvesse alguma visão republicana, ela renunciaria ao mandato e convocaria novas eleições. Só a vaidade pessoal de Dilma a mantém na Presidência, pois não há mais nenhuma base de sustentação”, afirmou Caiado.

Para o democrata, o resultado que confirmou o sentimento nas ruas das principais cidades do país também mostrou que a indignação do brasileiro não se resume à figura de Dilma, mas aos 12 anos de Governo PT. Ao todo, 67,9% também culpam o ex-presidente Lula pelo escândalo do Petrolão.

“Não é a figura de Dilma, mas o que ela hoje representa depois de 12 anos desse modelo de governo. O PT ainda insiste em querer ocupar o que não lhe pertence mais. Não há mais legitimidade para esse partido continuar à frente do país e esta situação está levando a um prejuízo enorme. O Brasil está parado e nem todo o cimento do Grupo Votorantim colado ao pé de Lula e Dilma dão sustentação a esse governo”, ironizou.

Caiado entre os 100 mais

O deputado Ronaldo Caiado está entre os 100 tuiteiros mais influentes do Brasil, segundo o renomado site www.twitterank.com.br. Além de liderar a lista dos deputados federais, o goiano ocupa a 97ª posição entre todos os brasileiros que estão no Twitter. Com pouco mais de 11 mil seguidores, Caiado usa o microblog para dar opiniões fortes e
autênticas, debater assuntos dos mais variados e colocar links de matérias que envolvem política e do seu portal
www.ronaldocaiado.com.br. Caiado também aproveita para atender jornalistas goianos e da mídia nacional. Na quinta-feira, 10, debateu com o jornalista Fernando Rodrigues, da Folha de S. Paulo, a aprovação do polêmico projeto dos royalties do pré-sal. “@FR_BSB goianos do interior são tão brasileiros quanto cariocas da zona Sul.Divisão dos royalties é justa”, provocou. “Estados produtores não serão prejudicados, serão compensados”, sentenciou Caiado. Ontem, Caiado
colocou matéria que o Diário da Manhã fez sobre a atuação dele no combate ao crack. Ele faz parte da Frente Parlamentar de Combate à droga.

FONTE: DM

Pesquisa: Caiado e Otoni são mais lembradas para Câmara Federal

Ronaldo Caiado é o deputado federal mais lembrado pelo eleitor, de acordo com a pesquisa Rádio 730/Tribuna do Planalto/Instituto Verus, divulgada nesta terça-feira, 08. O parlamentar do DEM tem 1,4% das intenções de votos no levantamento espontâneo.

Caiado é seguido do também deputado federal Rubens Otoni (PT), que aparece com 1,0%. Em terceiro aparece Sandro Mabel, com 0,8 e Leonardo Vilela, com o mesmo percentual.

Jovair Arantes (PTB) é o quinto mais lembrado, com 0,7%. Ernesto Roller (DEM) e Marcelo Melo (PMDB) tem 0,5%. Flávia Moraes (PDT), Sandes Júnior (PP) e Dona Íris Araújo (PMDB) aparecem em seguida com 0,3%

O levantamento espontâneo foi feito entre os dias 14 e 21 de maio, em todas as regiões do Estado. O eleitor respondeu a seguinte pergunta: Em quem o senhor (a) votaria para deputado federal se a eleição fosse hoje?

Foram ouvidas 1.200 pessoas com 16 anos ou mais, residentes há mais de um ano na cidade pesquisada. A pesquisa foi registrada no TRE-GO com o número 19931/2010, e no TSE com o número 12180/2010.

FONTE: Rádio 730