0ea1d08c-5b60-4ff7-91d6-a6abdc476f98

Ao homenagear o bispo Manoel Ferreira, Caiado fala da importância da Assembleia de Deus para conscientização política da população

O senador Ronaldo Caiado (Democratas-GO) fez questão de homenagear hoje (30/5) o bispo Manoel Ferreira, presidente da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil Ministério Madureira, que completa hoje 86 anos de idade. Ao participar da comemoração do aniversário do bispo, em Brasília, Caiado destacou a importância da igreja na conscientização política da população para reescrever a história do país nesse momento de grave crise. O parlamentar, que é pré-candidato ao governo de Goiás, esteve na celebração ao lado do seu suplente, Luiz Carlos do Carmo e do bispo Oídes José do Carmo, além de vários pastores e obreiros da Assembleia de Deus Ministério Madureira.

“Uma referência especial a aquele que hoje completa mais um ano de idade diante de um trabalho não só construído no país, mas reconhecido internacionalmente que é o nosso bispo primaz Manoel Ferreira. Quero dizer nessa hora o quanto o trabalho feito pela Assembleia de Deus brasileira tem refletido nos próximos anos deste país. Nós vivemos uma pulverização de partidos, mas nós temos uma hegemonia muito grande no sentido de poder organizar a sociedade neste momento para enfrentar um debate político preservando a democracia. Fazer com que ela possa sobreviver, não deixarmos chegar a uma ruptura institucional no país e, para isso, a Assembleia de Deus Madureira tem tido um trabalho extremamente importante conscientizando a todos. Levando a necessidade de conversar política nesta hora em cada estado deste país fazendo com que haja uma representatividade capaz de nas eleições de 2018 podermos escrever um novo momento na história no país”, disse Caiado.

O senador ainda alertou para a necessidade de os gestores que assumirem funções daqui para frente promoverem cortes na máquina estatal sob pena de um levante da população ainda maior que o realizado pelos caminhoneiros.

“É um momento conturbado, todos nós sabemos, não adianta tentar cobrir o sol com a peneira. Nós estamos vendo uma reação da sociedade brasileira que não admite mais o tamanho do estado, que o custo hoje dos poderes instalados venha inviabilizar 100% a sua vida no dia a dia. Ou agora nós vamos saber modelar os gastos do estado brasileiro e vamos poder retribuir ao cidadão qualidade de trabalho, de educação, de saúde, de segurança pública ou se não a sociedade vai se rebelar contra todas as instituições constituídas”, advertiu.

lideranças20cidades

Iso Moreira mobiliza 20 cidades em apoio a Ronaldo Caiado e Wilder Morais

Representantes de 20 cidades, conduzidos pelo deputado estadual Iso Moreira (Democratas), estiveram nesta sexta-feira (04/05) com os senadores democratas Ronaldo Caiado e Wilder Morais para declarar apoio às suas pré-candidaturas. Entre prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, presidentes de partidos e lideranças – a maioria do Nordeste e Sudoeste goianos -, os democratas contabilizaram o apoio de lideranças de diferentes siglas partidárias, incluindo o PSDB, o PR, o MDB e o SD.

Ao abrir as reuniões, Iso Moreira fez questão de ressaltar o carinho que Ronaldo Caiado tem pelas regiões e de falar sobre as qualidades do senador como homem público que o credenciam a disputar o cargo de governador. “Ronaldo Caiado é um homem que tem projeto, propostas e trabalho prestado. É um homem íntegro que traz orgulho ao País todo por sua trajetória ilibada. Hoje trago aqui homens destemidos que sabem que o atual governo se exauriu e que querem mudança para Goiás”, apresentou.

Prefeito de Iaciara, Haicer Lima (PR) contou que saiu do município, a 520 quilômetros da capital, acompanhado do vice-prefeito Marcos (SD) e de quatro vereadores que estão dispostos a abraçar a pré-candidatura do democrata ao governo. Para ele, o senador apresenta um projeto audacioso para o Estado e terá condições de levar melhorias ao Nordeste goiano. “Acreditamos no projeto de Caiado. O Nordeste espera atenção redobrada e que todo o investimento que ali for feito seja no plural e não para pequenos grupos, como tem ocorrido”, afirmou.

Também de Iaciara, o presidente da Câmara Matias Rodrigues afirmou que o Nordeste não quer mais viver de migalhas, mas ter um gestor estadual que realmente se preocupe com a qualidade de vida da população. “Tenho certeza de que Ronaldo Caiado vai ajudar a recuperar as rodovias e olhar com carinho a saúde. Não tem cabimento uma pessoa ter de percorrer 500 quilômetros para salvar a vida de alguém. Cansamos de ser tapeados”, disse.

Vice-prefeito de Posse, Minguito (PP) esteve no encontro para reforçar o apoio a Ronaldo Caiado e também ao senador Wilder Morais e ao deputado Iso Moreira. “Não é fácil enfrentar a luta contra a máquina do governo. Mas estamos empenhados. Nunca estive tão animado e com a certeza de que, se fizermos bem o nosso trabalho, seremos vitoriosos. Ronaldo Caiado é um homem de palavra, de respeito, um político ficha limpa”, elogiou.

Outra liderança do Nordeste goiano presente foi a vice-prefeita de Campos Belos, Brena (Democratas), que percorreu mais de 600 quilômetros para ter esse encontro com Ronaldo Caiado. “Queremos que Ronaldo Caiado seja nosso governador porque ele é um homem íntegro e com a vida limpa. Ele, enquanto parlamentar, distribuiu muitos recursos para os municípios. Ficamos muito felizes com a atenção que ele sempre deu ao Nordeste goiano e vamos trabalhar para tê-lo no governo”, afirmou.

Alto Paraíso também foi representada por lideranças como Marcos Rinco (PTB). “Iso Moreira nunca falhou em sua atenção aos municípios. É essa mesma atenção que esperamos que Ronaldo Caiado caso se eleja governador. Ele foi muito feliz ao conquistar o apoio do Iso porque, além de tudo, é um nome forte que tem uma quantidade enorme de lideranças que o apoiam”, testemunhou.

Durante as reuniões, Wilder Morais e Ronaldo Caiado convidaram todas as lideranças para uma grande mobilização que será feita no Nordeste goiano nos próximos dias. Para Ronaldo Caiado, será o momento de falar sobre as demandas da região e reunir forças para o projeto de mudança para Goiás.

“É uma alegria enorme receber aqui tantas lideranças do Nordeste e do Sudoeste de Goiás. São regiões que infelizmente foram esquecidas e enganadas pelo atual governo, mas que esperam poder mudar esta realidade”, resumiu Ronaldo Caiado.

Os municípios presentes foram Alto Paraíso, Santa Helena de Goiás, Iaciara, Alvorada do Norte, Crixás, Varjão, Posse, Anápolis, Campos Belos, Cocalzinho, Novo Gama, Cabeceiras, Silvânia, Guarani de Goiás, Monte Alegre, Morrinhos, Mambaí, Avelinópolis, Valparaíso e Aparecida de Goiânia.

jackson

Vamos fechar o bueiro da corrupção, diz Caiado

Ao ser questionado nesta segunda-feira (26/03) pelo jornalista Jackson Abrão, de O Popular, sobre as metas de governo em um eventual mandato de governador, o senador Ronaldo Caiado (Democratas) afirmou irá focar no combate à corrupção, na transparência das ações administrativas e no reequilíbrio fiscal do Estado. Para ele, o fosso da corrupção em Goiás é muito grande e precisa ser fechado.

“O foco é fazer com o dinheiro do cidadão seja aplicado corretamente. Vamos implantar um sistema de tolerância zero a este bueiro da corrupção. Muitos falam que é preciso fechar o ralo. Não, aqui em Goiás nós vamos fechar o bueiro da corrupção. Só assim teremos condições de reinvestir onde é necessário”, defendeu.

Ronaldo Caiado afirmou que a máquina pública precisa atuar a serviço do cidadão. “É preciso fazer um desenho da máquina pública naquilo que é necessário para atender a população do Estado. O Estado não tem de atender interesses de A ou B, mas da população. E para isso é preciso ter transparência de verdade”, afirmou.

Veja os principais trechos da entrevista.

TOLERÂNCIA ZERO À CORRUPÇÃO

O foco é fazer com o dinheiro do cidadão seja aplicado corretamente. Vamos implantar um sistema de tolerância zero a este bueiro da corrupção. Muitos falam que é preciso fechar o ralo. Não, aqui em Goiás nós vamos fechar o bueiro da corrupção. Só assim teremos condições de reinvestir onde é necessário. É preciso rever contratos e também fazer um desenho da máquina pública naquilo que é necessário para atender a população do Estado. O Estado não tem de atender interesses de A ou B, mas da população. E para isso é preciso ter transparência de verdade. Não esse painel da transparência do governo hoje, que é obscuro. Você vai lá e não consegue acessar nada

DESEQUILÍBRIO FISCAL

A situação do Estado é calamitosa. Tanto é que o governador mandou uma Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) no final do ano invertendo totalmente a perspectiva de R$ 200 milhões de superávit para mais de R$ 500 milhões de déficit no orçamento. Goiás, só em 2017, acresceu mais R$ 1 bilhão à sua dívida. A dívida consolidada de Goiás é de R$ 19,5 bilhões. Por outro lado a arrecadação do Estado é de R$ 17,7 bilhões. Ou seja, se você tirar um ano só para pagar a dívida, ainda ficamos com um déficit de R$ 1,80 bilhão.

LUTA POR GOIÁS

Muitos criticam o enfrentamento que faço no Congresso, mas gostaria que explicitassem melhor. Garotinho (ex-governador do Rio de Janeiro) não está preso? Eu errei? Não, eu diagnostiquei antecipadamente. O enfrentamento com o ministro (das Minas e Energia) foi porque estava em questão a perda do maior patrimônio do Estado de Goiás, a Celg. O Giro trouxe a informação de que Goiás vai ter de assumir até 2025 toda a dívida tributária da Celg, e ainda vão conceder mais 30 anos de incentivo de ICMS. Então, a briga é para defender o quê? Quem? O Estado de Goiás, o povo goiano. Ninguém me botou lá para ser cordeirinho do Michel Temer. Tenho toda a liberdade e independência moral para subir à tribuna para enfrentar os problemas e adversidades.

CONFIANÇA DO ELEITOR

Sou um pré-candidato que não precisa mudar de cara. O eleitor goiano me conhece. Ele sabe como me porto, como ajo. Sou um político previsível dentro daquilo que o eleitor deseja. Eu não tenho que me maquiar. Tenho que me apresentar como sou. Isso que me deu condições de hoje poder andar, ir aos restaurantes com minha família, poder pegar um avião, pode transitar em qualquer lugar do País. As pessoas, mesmo contrárias a mim, me respeitam.

ADVERSÁRIOS NO PALÁCIO E NO PLANALTO

Sei que enfrentarei o bom combate nestas eleições. Será o melhor combate de todos, no momento em que a sociedade rejeita enormemente as práticas que estão sendo aí implantadas por estes governos. O povo goiano quer aliados na moralidade, na ética e na condição de governar.

APOIO DE IRIS A DANIEL

Eu respeito a decisão do prefeito Iris Rezende. Sempre foi importante para nós, da oposição, termos Iris Rezende à frente da Prefeitura de Goiânia. Lutei como ninguém, nunca tive outro candidato que não fosse ele. Isso dentro de um pensamento maior de que nós temos de estar aliados ao sentimento da sociedade goiana. A candidatura de governador não é um projeto de ordem pessoal, mas daquele que consegue vocalizar o sentimento da sociedade goiana. Eu acredito que vamos construir essa unidade ainda no primeiro turno.

ALIADO DOS GOIANOS

O povo goiano busca uma aliado. Qual é o político que vai ser aliado do povo goiano? Qual é político que vai fazer com que haja uma posição muito clara, definitiva, tolerância zero com a corrupção? É preciso dar ao cidadão mais humilde, mais pobre, condição de sobreviver. Em Goiás milhares de pessoas ainda vivem abaixo da linha da miséria, ganhando menos de 70 reais por mês.

2018-03-01-capa-3

Prefeito Iris Rezende e senador Ronaldo Caiado ao vivo na Câmara Municipal de Goiânia. Grande Encontro com Vereadores de Goiás!

Ronaldo Caiado 21-02 Crédito Sidney Lins Jr

“Criação de universidades federais em Catalão e Jataí é vitória de Goiás”, comemora Caiado

O senador Ronaldo Caiado, um dos relatores dos projetos de criação das universidade federais, de Jataí (PLC 7/18) e Catalão (PLC 5/18) destacou a importância das propostas aprovadas no plenário do Senado, nesta quarta-feira (21/02). Os textos seguem agora para a sanção presidencial.

Em acordo com a Presidência da Casa, os projetos que haviam sido aprovados na Comissão de Educação no dia anterior conseguiram entrar em regime de urgência após atuação do senador goiano e foram aprovados sem maiores entraves.

Em plenário, Caiado fez uma exposição defendendo a instalação das duas novas instituições ao enaltecer as vocações regionais e a necessidade de capacitação da mão de obra local para o desenvolvimento do estado.

“Hoje essas duas regiões de Goiás estão de parabéns por essa expansão na educação e na qualificação no ensino de seus jovens. Cabe ressaltar a amplitude do projeto que já conta com um elaborado quadro técnico da Universidade Federal de Goiás. Agora vamos ter a preocupação para que haja dotação orçamentária específica, para que os cursos possam ser implantados absorvendo todos os jovens, seja no ensino superior, seja no ensino técnico”, afirmou.

JATAÍ
Ao defender a instalação em Jataí, em seu relatório, Caiado comentou que a cidade do sudoeste goiano é destaque na produção agropecuária e possui atualmente um dos maiores IDHs do estado. “Uma referência nacional em produtividade que agora será também referência na formação de pessoas qualificadas para dar, não só ao campo, mas ao setor urbano a qualidade profissional que merecem”.

CATALÃO
O senador democrata enalteceu o parque industrial já consolidado na cidade e a necessidade de preparar uma mão de obra específica para servir à demanda do setor. Ele também lembrou o trabalho do prefeito Adib Elias e do ex-mandatário Haley Margon, que se dedicaram ao projeto. “Catalão, conhecida no estado como a região da estrada de ferro, uma das mais desenvolvidas do nosso estado, com minério, agropecuária e sede de montadoras de carros, tratores e máquinas agrícolas carecia de uma estrutura assim”, defendeu.

ESTRUTURA
Em Jataí, o texto aprovado prevê a criação de 67 cargos efetivos do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, 40 cargos de Direção, 222 Funções Gratificadas (FG) e duas Funções Comissionadas de Coordenação de Curso. Haverá transferência automática de cursos, de alunos e cargos já existentes.

Em Catalão, a universidade vai aproveitar a estrutura já existente da UFG e vai acrescentar, pelo projeto aprovado, 81 cargos efetivos do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, de nível médio e superior e 40 Cargos de Direção, 225 Funções Gratificadas e cinco Funções Comissionadas de Coordenação de Curso (FCC).

MEDICINA
Caiado também reforçou o trabalho que vem desempenhando para a criação do curso de medicina em Catalão, já autorizado pelo Ministério da Educação e apenas aguardando dotação orçamentária.

“Essa é uma oportunidade que estamos criando de, dentro do campus de Catalão, instalarmos o curso de medicina, o que dará um grande diferencial a jovens que hoje são obrigados a migrar a Uberlândia ou Goiânia para ter essa oportunidade”, comemorou.

Ronaldo Caiado 20-02 Crédito Sidney Lins Jr2

Com dobradinha Caiado e Lúcia Vânia, Federais de Jataí e Catalão são aprovadas em Comissão do Senado

Senador relatou projeto que cria nova instituição em Jataí e articulou também aprovação em Catalão junto à presidente da Comissão

Com a articulação dos senadores Ronaldo Caiado (Democratas-GO) e Lúcia Vânia (PSB-GO), os projetos que criam as universidades federais de Jataí (PLC 7/18) e Catalão (PLC 5/18) foram aprovados na Comissão de Educação do Senado, nesta terça-feira (20/02).

Os textos já aprovados na Câmara seguem agora ao plenário do Senado para o trâmite final em caráter de urgência. Caiado (Jataí) e Lúcia Vânia (Catalão) foram os relatores dos projetos e também se revezaram na exposição em defesa da importância regional das novas instituições.

“Vamos dar a oportunidade para que uma região altamente produtiva, que é o sudoeste goiano, tenha um ensino superior de ponta. A universidade em Jataí vai atender a toda uma área de mais de 56 mil quilômetros quadrados com 500 mil habitantes. Uma referência nacional em produtividade que agora será também referência na formação de pessoas qualificadas para dar, não só ao campo, mas ao setor urbano a qualidade profissional que merecem. É gratificante podermos ver neste momento uma matéria tão relevante como esta com o objetivo de poder facilitar a vida dos goianos que ali nasceram e vivem”, defendeu Caiado.

Lúcia Vânia elogiou o relatório de Caiado e enalteceu a importância do mandato do democrata para o estado de Goiás. “Cumprimento o senador Ronaldo Caiado e quero dizer da minha satisfação em vê-lo relatando essa matéria de uma região que conhece tão bem e sabe da importância dessa universidade para a região. É um motivo de orgulho para todos nós a sua relatoria e o seu trabalho aqui nessa casa”, comentou.

Já no relatório sobre a criação da Universidade de Catalão, Lúcia Vânia apontou não ter dúvidas de que “o desmembramento da Regional Catalão em universidade autônoma propiciará maiores oportunidades de expansão do acesso ao ensino superior público naquele entorno” e ressaltou a importância que “parcerias, convênios e pesquisas voltadas às necessidades da região poderão ser fortalecidas e estimuladas com maior celeridade”.

Após a leitura, Caiado pediu a palavra e ressaltou que essa é uma luta de vários anos que se inciou com o ex-prefeito Haley Margon e seguiu agora alicerçada pelo atual, Adib Elias. “Interessante é que o Estado de Goiás, um estado bem central, é um dos que têm o menor número de universidades entre os estados da federação. Esta matéria tem para nós uma relevância ímpar: vamos dar a uma região do estado que é referência muito avançada na área da indústria, com montadoras de carro e tratores, um ensino superior com a qualidade e a vocação que ela precisa”, evidenciou.

Curso de Medicina
Durante sua atuação, Caiado também reforçou o trabalho que vem desempenhando para a criação do curso de medicina em Catalão, já autorizado pelo Ministério da Educação e apenas aguardando dotação orçamentária.

“Essa é uma oportunidade que estamos criando de, dentro do campus de Catalão, instalarmos o curso de medicina, o que dará um grande diferencial a jovens que hoje são obrigados a migrar a Uberlândia ou Goiânia para ter essa oportunidade”, comemorou.

25872542401_64c39a3842_o v2

Com nova condenação de Lula, Lava Jato mostra ao país que lei vale para todos

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO) comentou a condenação em 2ª Instância do ex-presidente Lula, nesta quarta-feira (24/01). De acordo com o senador, a confirmação da sentença do juiz Sério Moro e a ampliação do tempo de prisão do ex-presidente colocam a Lava Jato como marco da história brasileira e dão um recado claro de que a lei vale para todos.
“A Justiça fez com que prevalecesse a decência ao punir o ex-presidente da República depois de tantos fatos e tantos crimes cometidos. Este é o reflexo que fica: o Brasil se enquadra como uma democracia respeitada onde a lei prevalece independente de poder político ou financeiro. O cidadão sabe que do mais humilde ao mais importante empresário, todos estão sob as mesmas regras e normas que a lei impõe. Este é o ponto alto. Resgatar a decência, a honestidade”, definiu.
Para Caiado, com a prisão de Lula o cenário político brasileiro deve ser modificado de uma forma definitiva, simbolizando o fim da ideia de impunidade para crimes de corrupção e formação de quadrilha na gestão pública. “É algo histórico e o que precisamos agora é buscar a consciência do eleitor para que tenha em mente que maus políticos não podem mais participar do processo eleitoral. Que a nossa democracia está madura e não permite mais ser subjugada por projetos de poder pautados no populismo e na corrupção. Que esse modelo implantado por Lula no Brasil e que chegou a condição que chegou na Venezuela não vai mais voltar”, afirmou.
Caiado também enalteceu o trabalho dos juízes, promotores e policiais envolvidos na Lava Jato lembrando que a operação também acabou com a cultura brasileira de associar crimes de corrupção com impunidade. “A Lava Jato quebrou todos aqueles ditos populares de que empresário não ia para cadeia, que políticos não eram penalizados. Agora todos sabem que a lei valei para todos”, disse.
Eleições
O senador Ronaldo Caiado também comentou o impacto que a condenação em 2ª instância deve ter para o PT nas eleições de 2018 no Brasil e em Goiás. “Sabemos que o PT ficará agora totalmente esfacelado, sem condições morais até de apresentar um candidato depois de seu líder maior ter sido condenado em 2ª Instância e estar totalmente inelegível. O PT fica totalmente desarticulado, perde forças mais do que tudo”, lembrou.
25872542401_64c39a3842_o v2

Nota Oficial – Acidente deixa Ronaldo Caiado de licença do Senado por 15 dias

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado, ficará de licença médica de suas atividades parlamentares inicialmente durante 15 dias. O senador sofreu uma queda sobre o ombro esquerdo na última sexta-feira (13/10), em sua fazenda no município de Mara Rosa (GO). O acidente ocorreu após uma mula, que estava sendo domada, derrubar o senador. Com apenas quatro dias do acidente, o paciente está impossibilitado de fazer qualquer deslocamento.

Ronaldo Caiado sofreu uma fratura cominutiva (com vários fragmentos) na cabeça do úmero esquerdo com deslocamento posterior do tubérculo maior. Pelo aspecto radiológico e da tomografia, há indicação cirúrgica. Por causa de um grande hematoma formado no local da fratura, o senador, que é ortopedista, e os seus colegas médicos optaram pelo uso de um aparelho específico para imobilizar o ombro e o braço esquerdo . Vão aguardar por uma semana para repetir novamente os exames e optar definitivamente por qual tratamento seguir: o conservador ou o cirúrgico. Neste período o senador se encontra em sua residência em Goiânia, em repouso absoluto, usando analgésicos e anti-inflamatórios.

8a57aeea-dd68-4aa4-a7e1-6978473271fe

Caiado critica proposta de usar emendas de bancada para financiar campanhas

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), anunciou hoje (19/9) que até amanhã será votado em plenário projeto que trata do financiamento de campanhas eleitorais. Ele voltou a defender sua proposição (PLS 206/2017), que extingue a propaganda política e partidária de rádio e televisão e transfere os recursos da renúncia fiscal para as campanhas eleitorais. O parlamentar afirmou que existe outra proposta em debate, – da qual se posicionou contrário, – de autoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR), que mantém o tempo de rádio e TV em anos eleitorais e repassa 50% das emendas impositivas de bancada para o financiamento das campanhas eleitorais. O senador goiano afirmou que se o texto de Jucá prevalecer para votação em plenário, Caiado fará um destaque em plenário para apreciar seu projeto que não provoca impacto extra nos cofres públicos nem retira recursos de infraestrutura, saúde ou qualquer outra área já prevista no orçamento.

“O divisor de águas, qual será? A nossa proposta que retira o tempo de rádio e televisão ou a que permanece com o tempo de rádio e televisão e amplia-se o fundo, ao invés de R$ 1,5 bilhão, R$ 3 bilhões . A segunda proposta foi apresentada, inicialmente, pelo senador Romero (Jucá) e foi defendida também por alguns outros senadores que vão compor essa reunião que teremos o objetivo de concluir qual o texto que será votado ou se não os dois sendo votados sem dificuldade”, explicou Caiado.

“Quando você retira 50% das emendas de bancada, emendas impositivas de bancada, você estaria retirando de emendas que seriam repassadas, principalmente, na área de infraestrutura, são destinadas na sua maioria para cidades ou patrulhas mecanizadas ou se não compra de ônibus”, ponderou.

Compare
O projeto do senador Caiado (PLS 206/2017), acaba com a propaganda de rádio e TV e transfere os recursos da renúncia fiscal, em torno de R$ 1,5 bilhão, para as campanhas eleitorais. O texto ainda permite que o eleitor opte para qual cada candidato ou partido o dinheiro deve ser distribuído.

Já a proposta do senador Romero Jucá mantém a propaganda em anos eleitorais – e extingue tempo de rádio e TV destinado aos partidos nos outros anos – e repassa 50% das emendas impositivas de bancada para o financiamento das campanhas. O valor somado da renúncia fiscal da propaganda partidária mais os 50% dos recursos das emendas impositivas de bancada totalizam cerca de R$ 3 bilhões, que seriam destinados ao fundo de campanha.

nion

Nota de pesar pela morte do Professor Nion Albernaz

Uma tristeza enorme tomou conta de nossa família ao sabermos da morte do nosso amigo e querido Professor Nion Albernaz. O homem que criou o verdadeiro conceito de cuidar, de embelezar, de espalhar flores quando prefeito de Goiânia. Cativante, inteligente, ético, honesto, com grandes argumentos e de uma visão do que realmente era a política: atender única e exclusivamente a população. Nion foi, é e sempre será “bom demais, aprovado pelo povo!” Um conselheiro incrível, que eu tinha gosto de ouvir por horas, que eu pude trabalhar ao lado quando indicamos Maria Valadão para ser sua vice em 1996 na disputa pela Prefeitura de Goiânia. Pai de uma família linda, marido de uma mulher que inspira e orgulha a todos os goianos: Dona Geralda. A ela e a todos familiares e amigos, meu abraço de conforto e carinho nesse momento difícil. Descanse em paz, meu professor Nion.

Do amigo Ronaldo Ramos Caiado e família

1 2 3 10